Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: WILIANE NERY SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: WILIANE NERY SANTOS
DATA: 03/02/2017
HORA: 15:00
LOCAL: Departamento de Educação Física
TÍTULO: Efeitos do treinamento de força associado ao uso de esteróides anabólicos androgênicos sobre o panículo adiposo de ratas wistar
PALAVRAS-CHAVES: Treinamento de força, esteróides anabólicos androgênicos, tecido adiposo
PÁGINAS: 47
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

O treinamento de força promove adaptações fisiológicas importantes em diversos tecidos, como resposta a um aumento do gasto metabólico. Além de adaptações neuromusculares por causa do ganho de força, hipaaaaertrofia muscular e manutenção da quantidade de gordura corporal próximo a valores recomendáveis pelos profissionais da saúde. Os esteroides anabolizantes androgênicos (EAA) são fármacos que foram desenvolvidos com o propósito de auxilio terapêutico para algumas doenças metabólicas, porém nas últimas décadas vem sendo utilizados no meio esportivo abusivamente. Objetivo: Verificar se o treinamento de Força atua de forma conjunta com Esteroides Anabólicos Androgênicos e sobre o percentual de gordura corporal, quando aplicado com o intuito de aperfeiçoar a perda de gordura e aumento da massa magra. Métodos: Foram utilizadas 24 ratas Wistar (Rattus Norvegicus) adultas com peso entre 230-250g, os animais foram inicialmente identificados, pesados do início até o fim do protocolo experimental além do monitoramento do ciclo estral das fêmeas diariamente. Fêmeas com o ciclo estral regular foram pesadas e divididas randomicamente em quatro grupos experimentais: 1) Controle Sedentário (S, n=6) – Composto por animais saudáveis; 2) Animais tratados com Decanoato de Nandrolona (D, n = 6) – composto por animais tratados com Decanoato de Nandrolona; 3) Animais exercitados (EXE, n=6) - Composto por animais saudáveis submetidos ao exercício resistido por dois meses; 4) Animais tratados com Decanoato de Nandrolona e exercitados (DEX, n = 6) - composto por animais tratados com Decanoato de Nandrolona, na razão 10mg/kg/semana (Decadurabolin; Organon, Roseland, NJ) e submetidos ao exercício resistido por dois meses. Foram administradas injeções intraperitoneais, duas vezes por semana, na dose de 5mg/kg por secção, totalizando 10mg/kg/semana. O exercício resistido foi realizado em aparelho de agachamento composto por três séries, 10 repetições, com intensidade de 70% de 1RM durante dois meses. Resultados: Após oito semanas de treinamento, as ratas controle que foram submetidos ao treinamento de força apresentaram um incremento da força de 10,8% e 11,2%, nas X e Y semanas, respectivamente. Foram avaliados os conteúdos gordurosos de diferentes territórios conforme segue: gorduras subcutâneas (SUB), retroperitoneal (RETRO) e periovariana (PERI). Os dados representam a média ± desvio padrão da média. Os resultados dos grupos controle sedentário (CS; n=10), controle submetido ao treinamento de força (CT; n=10), tratados com decanoato de nandrolona sedentário (DS:n=10) e submetidos ao treinamento de força (DT; n=10). Utilizou-se o teste t de Student para análise entre os grupos. ns = sem diferença estatística. Conclusão: O uso de Decanoato de Nandrolona nas ratas treinadas não causou alteração no conteúdo do panículo adiposo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2297369 - ROBERTO JERONIMO DOS SANTOS SILVA
Interno - 276.084.415-34 - SILVAN SILVA DE ARAUJO
Externo ao Programa - 2021286 - LILIANE VIANA PIRES
Notícia cadastrada em: 26/01/2017 10:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r12646-2c874e3307