Notícias

Banca de DEFESA: ANA CAROLINA SANTOS BARBOSA MACHADO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA CAROLINA SANTOS BARBOSA MACHADO
DATA: 05/08/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de videoconferência da Engenharia Elétrica/UFS
TÍTULO: MANIPULAÇÃO DE CARBOIDRATOS ASSOCIADO A TREINAMENTO FÍSICO CONTÍNUO E INTERMITENTE EM INDIVÍDUOS COM EXCESSO DE PESO.
PALAVRAS-CHAVES: Restrição calórica; Exercício; Carboidrato;Obesidade; Perda de peso.
PÁGINAS: 79
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

INTRODUÇÃO Dada a atual condição epidemiológica sobre a obesidade, atualmente, estudam-se novas medidas de prevenção, controle e tratamento do excesso de peso e da melhora do perfil cardiometabólico. Dentre as medidas adotadas, sabe-se que a manipulação do carboidrato da dieta asociado ao exercício físico regular trazem benefícios sob a composição corporal e capacidade cardiometabólica. OBJETIVO Diante disso, a dissertação consiste em dois objetivos: a) comparar as alterações na composição corporal e na aptidão física em sobrepesados e obesos submetidos a um programa de perda de peso de 12 semanas; e, b) avaliar a efetividade redução de carboidrato sobre a composição corporal e marcadores cardiometabólicos de mulheres obesas sedentárias. Foram conduzidos dois estudos: METODOLODIA Participaram do estudo 33 indivíduos adultos com excesso de peso e sedentários submetidos a dois tipos de exercícios físicos: intermitente e contínuo do estudo. Já no estudo dois, 24 mulheres obesas sendo 8 consumindo dietas com adequado teor de carboidrato (A-CHO) e 16 consumindo dietas com redução de carboidrato (R-CHO) realizando exercício físico contínuo semi-supervisionado por 12 semanas Foram aferidos para os estudos perfil antropométrico (peso, circunferências abdominal e do quadril, peso em gordura e percentual de gordura), bioquímico (colesterol e suas frações, ALT, AST, ácido úrico, ureia, glicemia) e testes físicos (neuromusculares e cardiovasculares). Utilizou-se ANOVA two-way para análise dos dados, e nível de significância de 5%. RESULTADOS Houve perda de peso, redução da circunferências da cintura e do abdômen ao longo do tempo em ambos os estudos (p<0,05). As variáveis de aptidão física avaliadas no primeiro artigo, sofreram alterações positivas ao longo do tempo (p<0,05). Houve melhoria do perfil lipídico e hepático dos indivíduos do estudo dois ao longo do tempo (p<0,05). Não houve interação entre os exercícios e nem entre os tipos de dieta (p>0,05). CONCLUSÃO A melhora do perfil alimentar associado a prática de exercício físico regular em obesos provocam melhorias na composição corporal, perfil cardiometabólico e aptidão física independente do tipo de dieta ou do tipo de exercício físico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2571568 - RAQUEL SIMOES MENDES NETTO
Interno - 2297369 - ROBERTO JERONIMO DOS SANTOS SILVA
Externo à Instituição - MARCELO MACEDO ROGERO
Notícia cadastrada em: 22/07/2016 11:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r12646-2c874e3307