Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FABIANA MEDEIROS DE ALMEIDA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FABIANA MEDEIROS DE ALMEIDA SILVA
DATA: 19/11/2015
HORA: 09:00
LOCAL: COMPORTAMENTO SEDENTÁRIO EM ADOLESCENTES
TÍTULO: COMPORTAMENTO SEDENTÁRIO EM ADOLESCENTES
PALAVRAS-CHAVES: Estilo de Vida Sedentário. Adolescentes.Fatores de Risco.
PÁGINAS: 95
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

Introdução: Comportamento sedentário é o termo utilizado para caracterizar um conjunto de atividades com gasto energético próximo aos valores de repouso e normalmente realizadas na posição sentada. Objetivos: Analisar os fatores associados à exposição ao comportamento sedentário em adolescentes. Métodos: Trata-se de um estudo transversal de base escolar com amostra representativa de estudantes do ensino médio da rede pública estadual de Sergipe, composta por 3.992 escolares, com idade de 14 a 19 anos. Os dados foram coletados mediante questionário auto administrado. O tempo em atividades como assistir televisão, jogar no computador, conversar com os amigos, jogar cartas ou dominó foi usado como medida do comportamento sedentário (>2 horas/dia = exposto). Foram analisados: nível de atividade física habitual, hábitos alimentares, consumo de álcool, uso de drogas, tabagismo, indicadores de estresse psicossocial, fatores demográficos e socioeconômicos. Recorreu-se à regressão logística binária para análise de associação entre as variáveis. Resultados: A prevalência de exposição ao comportamento sedentário foi de 46,7% e associou-se ao baixo nível de atividade física (OR=1,18; IC95%1,01-1,38), consumo de refrigerantes (OR=1,26; IC95%1,10-1,43),sentimento de solidão (OR=1,19; IC95%1,05-1,36) percepção negativa de estresse (OR=1,31; IC95%1,12-1,53), dificuldade para dormir (OR=1,20; IC95%1,05-1,37),sexo feminino (OR=1,33; IC95%1,14-1,55), menor faixa etária (OR=1,51; IC95%1,18-1,94), série inicial do ensino médio (OR=1,29; IC95%1,05-1,59), turno diurno de estudo (OR=1,21; IC95%1,02-1,45), local de domicílio em área urbana (OR=1,25; IC95%1,08-1,46), maior escolaridade materna (OR=1,58; IC95%1,21-2,06), não trabalhar (OR=1,57; IC95%1,31-1,89) e classe econômica mais privilegiada (OR=2,22; IC95%1,82-2,72). Conclusões: Foi evidenciada elevada prevalência de exposição ao comportamento sedentário e associação com características demográficas, socioeconômicas e comportamentais dos adolescentes. São sugeridas intervenções para reduzir o sedentarismo entre os jovens, especialmente, nos subgrupos de maior exposição.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 426385 - ANTONIO CESAR CABRAL DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 1695058 - MARCO ANTONIO PRADO NUNES
Interno - 2297369 - ROBERTO JERONIMO DOS SANTOS SILVA
Notícia cadastrada em: 10/11/2015 07:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r12646-2c874e3307