Notícias

Banca de DEFESA: EDUARDO TELES DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDUARDO TELES DE OLIVEIRA
DATA: 31/08/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 05 no DEF
TÍTULO: CARACTERÍSTICAS E FATORES ASSOCIADOS DOS CORREDORES DE RUA DE ARACAJU.
PALAVRAS-CHAVES: Corrida de Rua, Características, Fatores Associados.
PÁGINAS: 57
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

A Corrida de Rua no Brasil apresenta um crescimento significativo no número de praticantes e isso pode ser refletido no aumento da quantidade de provas realizadas em todo país. Frente a isso identificar o perfil dos seus praticantes pode favorecer a aspectos relacionados ao treinamento, gestão e promoção desta modalidade. O objetivo do presente estudo foi determinar as características e os fatores associados dos corredores de rua de Aracaju. O presente estudo se caracteriza como levantamento descritivo um com delineamento transversal. A amostra foi de 496 sujeitos sendo 392 do sexo masculino e 104 feminino, do tipo não probabilística, por conveniência e selecionada no momento da coleta dos dados. Utilizou-se um questionário que foi construído para este estudo e validado por face, com questões abertas e fechadas, aplicados na véspera dos eventos contendo características sociodemográficas, socioeconômicas e dados antropométricos. As variáveis numéricas foram descritas como média e desvio padrão. Nas variáveis categóricas utilizou-se frequências simples e relativas. Utilizou-se Shapiro-Wilk para avaliar normalidade, Qui-quadrado, teste “t” e análise de variância com um fator. O nível de significância foi de p<0,05. Utilizou-se ainda SPSS versão 21.0. O estudo foi aprovada pelo CEP/UFS (Protocolo 387.765). Os resultados mostram uma maioria masculina (79%), idade média de 39,7±12 anos, casado, nível superior e renda familiar acima de 10 salários mínimos. As características antropométricas registram 72,7±12,3kg de massa corporal, 171±1 cm de altura e IMC de 24,7±3,1kg/cm². Prevaleceram praticantes amadores (73,7%), recreacionais (21,8%) e profissionais (4,4%). Os fatores motivacionais da pratica destacados foram saúde, condicionamento físico e alto rendimento. O fator socioambiental predominante foi a influência de terceiros, enquanto que para os de comportamento prevaleceu uso de tênis adequado, de acessórios de corrida e o consumo de suplementos alimentares. Os principais fatores de treinamento observados foram o tempo de prática de até 3 anos, frequência semanal de 3 treinos, ritmo médio acima dos 5 min/km e volume semanal com até 20 km. Diante dos achados é possível concluir que os corredores de rua de Aracaju se caracterizam como predominantemente do sexo masculino, adultos jovens, casados, urbanos e elevado nível socioeconômico. Se pode afirmar ainda que os motivos para a prática da corrida são distintos a depender dos perfis de corredores. Ademais, se conclui que existe diferença entre os fatores de treinamento quando se analisa sob o aspecto do perfil de corredores.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1003924 - AFRANIO DE ANDRADE BASTOS
Presidente - 426385 - ANTONIO CESAR CABRAL DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 2693948 - MIBURGE BOLIVAR GOIS JUNIOR
Notícia cadastrada em: 14/08/2015 10:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata4.fragata4 v3.5.16 -r12646-2c874e3307