Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GUADALUPE DE MORAES SANTOS SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GUADALUPE DE MORAES SANTOS SILVA
DATA: 13/01/2014
HORA: 14:00
LOCAL: SALA 6 DO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA
TÍTULO: SÍNDROME DE BORNOUT EM PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DE SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: Estresse Ocupacional; Síndrome de Burnout; Professor de Educação Física.
PÁGINAS: 94
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

RESUMO

A Síndrome de Burnout em professores é um tema que vem chamando atenção por se tratar de um problema de saúde pública relacionado ao trabalho. Desta forma, os professores de educação física fazem parte deste contexto. Neste sentido, este estudo tem como objetivo identificar a presença da Síndrome de Burnout em professores de educação física da rede pública estadual de Sergipe. Utilizando-se de um estudo transversal, de caráter descritivo e com abordagem quantitativa, 164 professores, todos voluntários, de ambos os sexos, sem delimitação de faixa etária, licenciados em educação física e atuantes em escolas públicas estaduais de Sergipe, participaram da coleta de dados respondendo a dois instrumentos de avaliação da síndrome: um questionário sócio-demográfico e o Maslach Burnout Inventory-MBI, questionário com 22 questões fechadas em uma escala Linkert de 0 a 6. O MBI concebe o Burnout em três dimensões; Exaustão Emocional, Despersonalização e Realização Profissional. A seleção da amostra foi aleatória estratificada, obedecendo a uma proporcionalidade nas 10 diretorias regionais do Estado de Sergipe o que possibilitou um processo de seleção por conglomerados. A análise dos dados foi realizada em fases: A primeira consistiu na avaliação descritiva dos dados (media, desvio padrão e porcentagem) para caracterizar a amostra e identificar os escores da Síndrome de Burnout e na avaliação da sua normalidade, utilizando o teste de Kolmogorov-Smirnov. Na segunda fase se calculou o coeficiente de Alfa de Cronbach no intuito de testar a consistência interna do MBI. Na terceira fase se comparou os dados obtidos entre as variáveis sócio-demográficas: sexo, estado civil, idade, tempo de exercício da profissão, carga horária e outro vínculo empregatício, com as três dimensões do MBI, utilizando-se dos testes não paramétricos Mann- Whitney e Kruskal-Wallis. Para o processamento e análises das respostas se utilizou o programa estatístico SPSS para Windows, versão 20.0. A significância estatística foi estipulada em 5% (p≤0,05). Os resultados obtidos demonstraram que os professores de educação física da rede estadual de ensino de Sergipe não apresentam casos extremos de Burnout, porém os identificadores encontrados nas três dimensões apontam para um possível início de desenvolvimento do processo de instalação da síndrome, uma vez que os índices intermediários de pontuação foram elevados nas três dimensões: Despersonalização (84,2%); Exaustão Emocional (78,4%) e Realização profissional (67,9%).


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 426385 - ANTONIO CESAR CABRAL DE OLIVEIRA
Interno - 1546651 - MARCOS BEZERRA DE ALMEIDA
Interno - 2019019 - MARZO EDIR DA SILVA
Notícia cadastrada em: 06/01/2014 10:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r12646-2c874e3307