Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ELBER RIBEIRO GAMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELBER RIBEIRO GAMA
DATA: 19/12/2013
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 03 do DMO
TÍTULO: CONDIÇÕES DE VIDA E CONDUTAS DE RISCO À SAÚDE ASSOCIADAS AO SOBREPESO/OBESIDADE EM ADOLESCENTES ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO NO ESTADO DE SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: condições de vida; condutas de risco à saúde; sobrepeso; obesidade; adolescentes.
PÁGINAS: 45
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
SUBÁREA: Epidemiologia
RESUMO:

Pesquisas que buscam identificar e estudar a existência de associação entre condutas de risco à saúde e o sobrepeso/obesidade (SO), tem sido frequentemente publicadas na literatura internacional, sobretudo considerando o constante aumento na prevalência de sobrepeso/obesidade em adolescentes, bem como por constituir-se em fator de risco para diversas doenças na fase adulta da vida. O estudo teve como objetivo investigar a existência de associação entre condições de vida, condutas de risco à saúde e sobrepeso/obesidade em estudantes do ensino médio público no estado de Sergipe. Foi realizada uma pesquisa de base escolar caracterizada como epidemiológica, com delineamento transversal. A amostra foi composta por 3992 adolescentes, distribuídos em 39 unidades de ensino situadas em 27 municípios do estado de Sergipe. Os dados coletados foram analisados através de estatística descritiva e dos procedimentos de regressão logística binária, utilizando um nível de significância de 5% (p≤0,05). Da análise dos indicadores para condutas de risco à saúde, tem-se que a prevalência de sobrepeso/obesidade nos sujeitos da amostra foi de 15,5%, sendo mais prevalente nos homens (16,3%) que nas mulheres (15%). A variável dependente sobrepeso/obesidade mostrou-se associada à situação de domicílio dos estudantes (OR 0,74; IC 95% 0,55-0,99), com a renda familiar (OR 1,34; IC 95% 1,08-1,68),com o não atendimento às recomendações internacionais para a prática de atividade física (OR 0,72; IC 95% 0,55-0,95) e com o elevado consumo de refrigerantes pelos adolescentes, principalmente as moças (OR 1,23; IC 95% 1,03-1,46). Pode-se concluir que o estudo identificou uma considerável prevalência de sobrepeso/obesidade entre os adolescentes, e que a mesma está associada à situação de domicílio, renda familiar, consumo de refrigerantes e não atendimento às recomendações internacionais para prática de atividade física. Em contrapartida não foi observada associação entre a exposição ao comportamento sedentário e o SO. Outros estudoscom metodologia semelhante são necessáriospara determinar se os resultadosencontrados se confirmam em outraspopulações de crianças e adolescentes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1228110 - WALDERI MONTEIRO DA SILVA JUNIOR
Interno - 596.345.615-00 - ALDEMIR SMITH MENEZES
Interno - 2353533 - JOSE ADERVAL ARAGAO
Notícia cadastrada em: 05/12/2013 08:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r12646-2c874e3307