Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUIZ EDUARDO MELLO DE GOIS JUNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUIZ EDUARDO MELLO DE GOIS JUNIOR
DATA: 13/12/2013
HORA: 14:30
LOCAL: DEF
TÍTULO: VALIDAÇÃO DE UM INSTRUMENTO PARA ANÁLISE DA TOMADA DE DECISÃO DE JOGADORES DE BASQUETEBOL
PALAVRAS-CHAVES: Esporte; tomada de decisão; basquetebol; avaliação; validação
PÁGINAS: 34
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Educação Física
RESUMO:

INTRODUÇÃO: o basquetebol apresenta diversas situações que exigem do jogador a execução, às vezes imediata, de uma atitude. Para isso ele deve utilizar a síntese de raciocínio para tomar decisões e realizar as ações adequadas frente às relações entre os elementos do esporte. Uma forma para se avaliar a tomada de decisão (TD) é a análise de jogo, que é uma estratégia bastante utilizada tanto no âmbito científico como no acadêmico. Ela também é usada por treinadores para obter informações sobre o rendimento individual ou coletivo, e para isso geralmente é feita a análise dos indicadores estatísticos, táticos e técnicos dos esportes, o que vem contribuindo para o entendimento desses indicadores, além dos aspectos fisiológicos, psicológicos de várias modalidades. Alguns estudos utilizaram vídeos ou fotos projetadas para que os atletas analisassem a projeção e informassem o que eles fariam se acontecessem aquelas mesmas ações durante uma partida. Esse tipo de estudo exclui as propriedades presentes nas situações do jogo descaracterizando o contexto real e distanciando-o das variáveis que interferem no jogo. Para minimizar essa descaracterização alguns autores utilizaram a metodologia observacional, a qual utiliza a observação de jogos filmados para avaliar as TD durante a partida, ou seja, dentro do contexto real do jogo, e buscando preservar a validade ecológica. Contudo, apesar dos estudos já realizados, nota-se que não existe um instrumento validado que descreva as ações a serem observadas durante as partidas, e que deste modo, orientem a avaliação das TD por professores e treinadores no contexto natural do jogo. OBJETIVO: propor e validar um instrumento para orientar a avaliação das TD de atletas de basquetebol. MÉTODOS: a amostra foi formada por 18 treinadores de basquetebol que possuem o curso nível III (categoria adulto) da Escola Nacional de Treinadores de Basquetebol. A média de idade foi de 42,28 (±11,10) anos e o tempo de experiência com o basquetebol entre 8 e 44 anos. Primeiramente foi criado um formulário contendo 30 situações reais de jogo, divididas em cinco categorias (drible, arremesso, corte com bola, jogador sem bola, passe). Posteriormente, o formulário foi enviado para os treinadores via e-mail para que avaliassem as situações como certas ou erradas. Para analisar a concordância foi calculado o percentual de respostas idênticas entre os treinadores. Foram consideradas três níveis de concordância: alta (entre 80% e 100%), moderada (entre 70% e 79%) e baixa (entre 50% e 69%). RESULTADOS: em todas as ações descritas para a categoria “Drible” tiveram um alto grau de concordância. O percentual de concordância entre eles ficou entre 83 e 100%. Na categoria “Arremesso” quatro ações tiveram um alto grau de concordância (entre 94 e 100% de concordância), duas com um grau moderado (ambas com 78%) e uma teve um baixo grau de concordância (67%). Na categoria “Corte com a bola”, três tiveram um alto grau de concordância (entre 94% e 100%) e uma teve baixa concordância (56%). A categoria “Jogador sem bola” obteve um alto grau de concordância em todas as ações (entre 94% e 100%). Finalizando, todas as ações da categoria “Passe” analisadas pelos técnicos também atingiram um alto grau de concordância (entre 89% e 100%). CONCLUSÃO: de uma forma geral, as ações definidas para cada categoria mostraram-se válidas para fazer parte do instrumento de avaliação da TD, visto que das 30 ações analisadas, apenas duas delas encontraram discrepância de opinião entre os treinadores.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1003924 - AFRANIO DE ANDRADE BASTOS
Interno - 1003930 - CARLOS ROBERTO RODRIGUES SANTOS
Interno - 2019019 - MARZO EDIR DA SILVA
Notícia cadastrada em: 28/11/2013 11:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r12692-c69972fb69