A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: RICARDO VIEIRA DA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RICARDO VIEIRA DA COSTA
DATA: 29/10/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 7 do Departamento de Medicina- Hospital Universitário
TÍTULO:

 

Clonagem de genes de Leishmania (L) chagasi envolvidos na invasão celular por via não fagocítica e que conferem resistência ao óxido nítrico


PALAVRAS-CHAVES:

Biblioteca genômica; genes de virulência; células HeLa.


PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Imunologia
SUBÁREA: Imunologia Aplicada
RESUMO:

As leishmanioses são infecções que têm como agente etiológico o protozoário hemoflagelado pertencente ao gênero Leishmania (L.), família Trypanosomatidae. As interações moleculares na interface hospedeiro-parasita são cruciais para o desfecho da infecção e sobrevivência do parasita, cuja transmissão natural se inicia com a inoculação da forma promastigota pelo vetor inseto no hospedeiro. Leishmania sp. apresenta capacidade de infectar células não fagocíticas, tais como McCoy e células HeLa, e que isolados de L. (L.) chagasi apresentam resistência natural ao óxido nítrico (ON). E. coli não apresenta a capacidade de penetrar em células HeLa. Este trabalho teve como objetivo selecionar clones de E. coli que, expressando genes L. (L.) chagasi, adquiriram fenótipo de resistência ao ON e capacidade de penetração em células HeLa. Para isto, foi construída uma biblioteca genômica funcional do isolado de L. chagasi (LVCHUSE04), utilizando-se um vetor plasmidial de expressão heteróloga (pQE30-xa, Qiagen®) e uma cepa de E. coli (M15pREP4), naturalmente avirulenta e sensível ao ON.  Células HeLa foram incubadas com a biblioteca genômica (1:10) durante 4 horas a 37ºC e atmosfera de CO2 1%.  Os clones de E. coli não invasivos foram eliminados pela ação da gentamicina (50 µg/poço) e após lise celular, os clones invasivos foram cultivados em meio seletivo (LB-Amp. 100 µg/mL). Para seleção do fenótipo de resistência ao ON, a biblioteca foi exposta a 100 mM do doador de óxido nítrico (NaNO2) durante 3 horas a 37ºC. Os valores da OD600 foram registrados a cada 15 minutos para análise de viabilidade. Os clones resistentes foram selecionados para posterior análise dos fragmentos clonados. Foi observado que os clones selecionados neste trabalho albergavam o inserto de aproximadamente 1200 pb. Estes resultados sugerem que o inserto pode conter genes(s) possivelmente relacionados com o fenótipo de invasão e resistência ao óxido nítrico. Os plasmídeos dos clones de E.coli serão isolados e os insertos serão sequenciados para identificação de possíveis genes, bem como transfectá-los em modelo de Leishmania para corroboração dos resultados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 285906 - ROQUE PACHECO DE ALMEIDA
Interno - 285930 - AMELIA MARIA RIBEIRO DE JESUS
Externo ao Programa - 2869587 - PATRICIA RODRIGUES MARQUES DE SOUZA

Notícia cadastrada em: 18/10/2012 16:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2023 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r18291-d8b5d91c4a