A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: RICARDO VIEIRA DA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RICARDO VIEIRA DA COSTA
DATA: 06/08/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 7 do Departamento de Medicina- Hospital Universitário
TÍTULO:

 

Clones de uma biblioteca genômica de Leishmania chagasi apresentam capacidade de penetração em células HeLa e resistência ao óxido nítrico


PALAVRAS-CHAVES:

Biblioteca genômica; genes de virulência; células HeLa.


PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Imunologia
SUBÁREA: Imunologia Aplicada
RESUMO:

As leishmanioses são infecções que têm como agente etiológico um protozoário hemoflagelado pertencente ao gênero Leishmania (L.), família Trypanosomatidae. As interações moleculares na interface hospedeiro-parasita são cruciais para o desfecho da infecção e sobrevivência do parasita, cuja transmissão natural se inicia com a inoculação da forma promastigota pelo vetor inseto no hospedeiro. Pesquisadores têm demonstrado que Leishmania sp. apresenta capacidade de infectar células não fagocíticas, tais como Mc Coy e células HeLa, e que isolados de L. (L.) chagasi apresentam resistência natural ao óxido nítrico (ON). Este trabalho teve como objetivo selecionar clones de E. coli que, expressando genes L. (L.) chagasi, adquiriram fenótipo de resistência ao ON e capacidade de penetração em células HeLa. Para isto, foi construída uma biblioteca genômica funcional do isolado LVCHUSE14 utilizando-se um vetor plasmidial de expressão heteróloga (pQE30-xa, Qiagen®) e uma cepa de E. coli (M15pREP4) naturalmente avirulenta e sensível ao ON.  Células HeLa foram incubadas com a biblioteca genômica (1:3) durante 4 horas a 37ºC e atmosfera de CO2 1%.  Os clones não invasivos foram eliminados pela ação da gentamicina (100 µg/poço) e após lise celular, os clones invasivos foram cultivados em meio seletivo (LB-Amp. 100 µg/mL). Para seleção do fenótipo de resistência ao ON, a biblioteca foi exposta a diferentes concentrações (10, 50, 100, 300, 500 mM) de um doador de óxido nítrico (NaNO2) durante 3 horas a 37ºC. Os valores da OD600 foram registrados a cada 15 minutos para análise de viabilidade. Os clones resistentes foram selecionados para posterior análise dos fragmentos clonados. Foi observado que os clones selecionados neste trabalho albergavam o inserto de aproximadamente 1000 pb. Estes resultados sugerem que o inserto pode conter genes (s) possivelmente relacionados com o fenótipo de invasão e resistência ao óxido nítrico. De fato, há necessidade de continuação desta pesquisa, para sequenciamento e análise dos insertos, bem como transfectá-los em modelo de Leishmania para corroboração dos resultados.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2213089 - RICARDO SCHER
Presidente - 285906 - ROQUE PACHECO DE ALMEIDA
Externo ao Programa - 1698895 - SHIRLEI OCTACILIO DA SILVA

Notícia cadastrada em: 27/07/2012 10:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2023 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r18291-d8b5d91c4a