A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: IRIS REGINA CARVALHO SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IRIS REGINA CARVALHO SILVA
DATA: 30/08/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Farmácia/UFS (DFA)
TÍTULO: Esterol 24-C-metiltransferase como alvo para o reposicionamento in silico de fármacos com ação leishmanicida
PALAVRAS-CHAVES: Leishmania; Ergosterol; Sterol 24-C-metiltransferase; Bioinformática; Reposicionamento de farmacos.
PÁGINAS: 28
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Parasitologia
SUBÁREA: Protozoologia de Parasitos
ESPECIALIDADE: Protozoologia Parasitária Humana
RESUMO:

A Leishmania spp é um protozoário flagelado causador da leishmaniose, doença emergente em regiões tropicais e subtropicias, com alta morbidade e mortalidade. Desde que foi descoberta, até os dias atuais, tem sido intensificado a busca por fármacos com atividade leishmanicida, mas que não desencadeie efeito tóxico ao hospedeiro, causando dano apenas ao parasito. Sendo assim o objetivo desse trabalho é fazer uso do que já tem de conhecimento a respeito da Leishmania spp somado as ferramentas necessárias de Bioinformática para buscar alvos no protozoário e drogas com atividade leishmanicida para se ligar a esse alvo impedindo a proliferação da doença. A enzima esterol 24-C-metiltransferase (SMT) pertencente a via do ergosterol na Leishmania e ausente no hospedeiro, foi selecionada como um bom alvo a ser estudada, através de programas de Bioinformática foi modelada em formato 3D para realização de screening virtual contra um banco de ligantes. O banco de ligantes selecionado foi o DrugBank, onde será possível fazer o estudo de reposicionamento com drogas já aprovadas e comercializadas para tratamento de outra enfermidades almejando que algumas dessas substâncias apresente resultado satisfatório contra Leishmania. Após screening virtual com mais de mil e seiscentos ligantes e raqueados alguns critérios de seleção chegou-se a dezoito drogas que serão mais aprofundadamente estudadas. Dentre os resultados obtidos foi possível obervar que já existem estudos a respeito da Cyclosporine, Nystatin, Ivermectin, Caspofungin, drogas imunossupressora e antifúngicas, sendo testadas contra Leishmania. Outras drogas requerem maior atenção e experimentos por não existir nenhum estudo sobre o efeito em Leishmania, como Vancomicin, Micafungin, Fexofenadine, Fidaxomicin, dentre outras. Sendo assim, essas drogas serão mais estudadas para comprovação de possível atividade leishmanicida presente nesses fármacos


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2213089 - RICARDO SCHER
Interno - 2208516 - ROBERTA PEREIRA MIRANDA FERNANDES
Externo ao Programa - 1337195 - SOCRATES CABRAL DE HOLANDA CAVALCANTI

Notícia cadastrada em: 03/08/2016 16:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2023 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r18277-8067e35817