A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LÍVIA EMANUELA DOS SANTOS DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LÍVIA EMANUELA DOS SANTOS DA SILVA
DATA: 26/08/2016
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Farmácia/UFS (DFA)
TÍTULO: PARASITOSES INTESTINAIS EM POPULAÇÕES DE ÁREA URBANA E RURAL E DIAGNÓSTICO MOLECULAR DIFERENCIAL DE Ascaris lumbricoides E Ascaris suum em Sergipe
PALAVRAS-CHAVES: Ascaris; Taxonomia; diagnóstico molecular; variabilidade genética.
PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Parasitologia
SUBÁREA: Protozoologia de Parasitos
RESUMO:

As parasitoses intestinais constituem um problema de saúde pública, principalmente nos países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento. O parasito Ascaris ssp. possui ampla distribuição geográfica propiciando uma elevada morbidade e mortalidade. A classificação taxonômica distingue duas espécies, tais como Ascaris suum e Ascaris lumbricoides, infectando suínos e seres humanos, respectivamente. No entanto, em alguns estudos a ascaridíase é caracterizada como uma zoonose. Quanto a morfologia os ovos, de ambas as espécies, são idênticos, e vermes adultos apresentem pequenas diferenças distinguíveis apenas à microscopia eletrônica. Uma vez que pouco se conhece sobre opossível papel zoonótico de Ascaris spp. Este estudo visa estabelecer o diagnóstico molecular diferencial das espécies de Ascaris lumbricoides e Ascaris suum em amostras de humanos e suínos de Sergipe. Foram analisados 112 amostras de fezes humanas, das quais 17% apresentaram algum enteroparasito, sendo ¨6% amostras com Entamoeba coli, 4% amostras com Giardia lamblia, 4% com Entamoeba histolytica/ E. dispar, 3% amostras com Blastocystis hominis, 1% amostra com Strongyloides stercoralis, 1% com ancilostomídeo. Foram coletadas e analisadas amostras de fezes de 9 suínos, sendo todas negativas para Ascaris sp. Foram recolhidos 29 vermes adultos de Ascaris sp. a partir da lavagem do intestino de cinco porcos sendo 16 machos e 13 fêmeas. Os vermes estão sendo submetidos a análise morfológico. Uma amostra de fezes com ovos de Ascaris foi cedida pelo Laboratório de Nossa Senhora da Glória, proveniente de uma criança de 3 anos do sexo feminino. Os vermes coletados serão avaliados por PCR específica para determinação da espécie e novas amostras de fezes serão obtidas de escolares a fim de encontrar isolados de Ascaris em humanos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1897681 - LUCIANE MORENO STORTI DE MELO
Externo à Instituição - RICARDO LUIZ DANTAS MACHADO
Interno - 1703964 - SILVIO SANTANA DOLABELLA

Notícia cadastrada em: 29/07/2016 16:02
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2023 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r18277-8067e35817