A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: IVI GONÇALVES SOARES SANTOS SERRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IVI GONÇALVES SOARES SANTOS SERRA
DATA: 21/06/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 26 PPGCS - Hospital Universitário
TÍTULO: Epidemiologia molecular de papilomavírus humano associado a lesões cervicais em mulheres do estado de Sergipe
PALAVRAS-CHAVES: Papilomavírus, Genotipagem, PCR, Câncer colo útero
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Microbiologia
RESUMO:

Serra, IG. Epidemiologia molecular de papilomavírus humano associado a lesões cervicais em mulheres do estado de Sergipe. São Cristóvão: Universidade Federal de Sergipe; 2015

O câncer de colo do útero é o quarto tipo de câncer mais comum entre as mulheres, sendo a infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV) 16 e 18 os genótipos mais prevalentes no mundo. O presente estudo tem como objetivo principal avaliar a diversidade genética de papilomavírus humano detectado em lesões cervicais de mulheres do estado de Sergipe, associando os tipos com as alterações citológicas, anatomopatológicas, colpscópicas. Um estudo de corte transversal foi realizado com 422 mulheres encaminhadas ao Centro de Atenção Integral a Saúde da Mulher (CAISM) no período de março a dezembro de 2014. Amostras de DNA foram extraídas de células de raspado do colo uterino utilizando Kit comercial DNeasy Blood and Tissue (Qiagen). A infecção foi, então, investigada através da reação de Cadeia de Polimerase (PCR). A genotipagem dos HPVs foi realizada a partir do sequenciamento das regiões genômicas amplificadas através de Sequenciador Automático ABI 3500 Genetic Analyzer (Applied Biosystems). Os resultados biomoleculares foram analisados e comparados com achados citológicos, colposcópicos e de anatomopatológicos das pacientes em estudo. Assim, com o propósito de uma atuação mais ampla na prevenção primária dos cânceres de colo uterino, este trabalho visa identificar os principais tipos virais circulantes no estado de Sergipe e, em estudos futuros, poderá ser avaliado o real impacto das vacinas no Estado.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1643234 - LIGIA MARA DOLCE DE LEMOS
Presidente - 426673 - RICARDO QUEIROZ GURGEL
Interno - 1703964 - SILVIO SANTANA DOLABELLA

Notícia cadastrada em: 24/05/2016 12:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2023 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r18277-8067e35817