A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ÉRICA TIRZAH DOS SANTOS LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ÉRICA TIRZAH DOS SANTOS LIMA
DATA: 26/08/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Auditorio da Faculdade de Farmácia - UFS
TÍTULO: Detecção e caracterização molecular de genótipos de Giardia lamblia em Sergipe, Brasil
PALAVRAS-CHAVES: Giardia duodenalis; epidemiologia molecular; genótipos.
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Parasitologia
SUBÁREA: Protozoologia de Parasitos
ESPECIALIDADE: Protozoologia Parasitária Humana
RESUMO:

Giardia duodenalis (também denominado G. lamblia e G. intestinalis) é um protozoário flagelado entérico com extensa distribuição mundial, responsável por causar a giardíase em uma ampla variedade de mamíferos, incluindo o homem e animais domésticos. Embora estudos moleculares demonstrem que este parasito apresente uma grande diversidade genética, os genótipos A e B são os mais prevalentes em humanos. Apesar de ser uma enteroparasitose muito comum no Brasil, a caracterização genética do parasito tem sido raramente documentada e resultados discordantes relatados. O presente trabalho tem como objetivo caracterizar os genótipos de G. duodenalis circulantes na população humana do estado de Sergipe e correlacioná-los com a possível forma de transmissão desta infecção na região, através da amplificação de fragmento dos genes da glutamato desidrogenase (gdh), isomerase trifosfato (tpi) e β-giardina (bg). Até o momento, foram utilizadas 50 amostras fecais humanas previamente positivas para G. duodenalis. Os cistos foram isolados das fezes, submetidos à extração de DNA (QIAamp DNA Stool Mini kit®) e amplificação dos genes através do Nested-PCR (nPCR). As sequências obtidas foram alinhadas com Pregap4 e Gap4 (Staden package) e comparadas com outras sequências presentes no GenBank usando o BLAST. Por fim, foi utilizado o software MEGA para alinhamento múltiplo e construção da árvore filogenética. Das 50 amostras, 39 amplificaram para pelo menos um marcador. Destas, 69,2% apresentaram o genótipo AII e 15,4% o genótipo B. Um total de 15,4% não foram identificadas. Das sequências heterogêneas, as que não conseguiram ser identificadas a nível genótipo foram consideradas infecções mistas. A má manipulação de alimentos e a falta de tratamento de água podem ser responsáveis pela transmissão da giardíase humana, representando risco à saúde humana.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1703964 - SILVIO SANTANA DOLABELLA
Interno - 1897681 - LUCIANE MORENO STORTI DE MELO
Externo ao Programa - 1690189 - EDILSON DIVINO DE ARAUJO

Notícia cadastrada em: 17/08/2015 15:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2023 - UFRN - dragao3.dragao3 v3.5.16 -r18277-8067e35817