Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUIZ ANDRE SANTOS SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUIZ ANDRE SANTOS SILVA
DATA: 12/12/2019
HORA: 10:00
LOCAL: A DEFINIR
TÍTULO: Avaliação do Efeito do Extrato Seco da Dioscorea villosa e seu Fitoestrógeno Majoritário, Diosgenina, em modelo Experimental de Artrite em Camundongos Fêmeas Ovariectomizadas.
PALAVRAS-CHAVES: Artrite, Zimosan, Menopausa, Ovariectomia, Fitoestrógenos, Estrógeno.
PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Fisiologia
RESUMO:

Introdução - Dentre as doenças autoimunes a artrite reumatoide e a osteoartrite mostram-se bastante prevalentes em mulheres na menopausa. Desta maneira, a terapia com reposição hormonal (TRH) apesar de se mostrar efetiva no tratamento da menopausa, vem aumentando a incidência de câncer de mama, tromboembolismo e ataque cardíaco. Assim, estudos pré-clínicos com fitoestrógenos, compostos que possuem propriedades e atividade estrogênica, evidenciam melhor segurança por atuar seletivamente em um dos subtipos dos receptores estrogênicos (ERα, ERβ). Objetivo- Diante disto, o presente trabalho tem como objetivo avaliar o efeito do extrato seco da Dioscorea villosa (DV) e do seu fitoesteróide majoritário, Diosgenina (DSG), em modelo experimental de artrite induzida por zymosan em camundongos fêmeas ovariectomizadas. Metodologia- Para tanto, os camundongos fêmeas swiss foram inicialmente submetidos à ovariectomia (OVX) bilateral na região dorsal. Após 15 dias de recuperação cirúrgica os animais foram divididos em grupos experimentais (n=7) e iniciado seus respectivos tratamentos durante 20 dias. Os grupos controles receberam diferentes veículos: 2% de tween 80 e v.o e óleo de sésamo, s.c. Os grupos de tratamentos receberam isoladamente diferentes doses de DV (1, 10 e 100 mg/kg, v.o), DSG (1, 5 e 50 mg/kg, s.c) e a TRH com 17-ßestradiol (50 µg/kg,s.c). No vigésimo dia de tratamento, os grupos controle positivo e tratamentos receberam injeções intra-articular (i.a.) na cavidade fêmur-tibial de zimosan (100ug/10mL) para indução da artrite, com exceção do grupo controle negativo, que recebeu apenas 10µL de salina. Após o período de 4 horas, os animais foram anestesiados com isoflurano a 1% e seu sangue foi obtido pela via retro-orbital para a contagem total e diferencial de leucócitos. Estas mesmas contagens foram realizadas no lavado i.a. para a avaliação da migração de neutrófilos. Ademais, 24 horas após a indução da artrite, lâminas histológicas da articulação foram preparadas e concomitantemente, o peso úmido do útero, o ciclo estral e a abertura vaginal também foram observados nestes animais. Os resultados estão expressos como média ± EPM, e foram analisadas por ANOVA seguidas pelo pós-teste de Tukey’s para a comparação de variados grupos (p ≤ 0,05). Resultados- Os grupos testes tratados com DV (1, 10 e 100 mg/kg) e DSG (1, 5 e 50 mg/kg, s.c) apresentaram uma diminuição na migração de neutrófilos para a articulação (12,16 ± 3,2, 4,92 ± 0,83, 4,73 ± 1,54) e (4,5± 0,43, 6,54 ± 0,27, 3,76 ± 0,22) quando comparados com o grupo Controle Positivo ( 26,5 ± 2,34). No que se refere ao número de leucócitos no sangue, apenas o grupo tratado com 50 mg/Kg de DSG apresentou um aumento número de leucócitos totais quando comparados com o grupo controle, na mesma proporção, houve um elevado número de linfócitos, neutrófilos e monócitos. No que se refere ao efeito dos tratamentos sobre o trato reprodutivo das fêmeas OVX, apenas os grupos tratados com DSG apresentaram um efeito dose-dependente no aumento do peso úmido do útero mudanças do ciclo estral para as fases Proestro e Estro e um aumento da abertura vaginal semelhante ao que acontece com grupo de animais que receberam TRH como tratamento. Conclusão- Diante do exposto, conclui-se que ambos os tratamentos são efetivos em diminuir os parâmetros inflamatórios da artrite induzida por zimosan em camundongos fêmeas OVX. No entanto, vale ressaltar que os grupos que receberam maiores doses de DSG apresentaram alterações sobre o trato reprodutivo. Desta maneira, outros estudos que visem elucidar os mecanismos por trás desses efeitos precisam ser realizados.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2307221 - DANILO LUSTRINO BORGES
Presidente - 2869587 - PATRICIA RODRIGUES MARQUES DE SOUZA
Externo ao Programa - 1547944 - SARA MARIA THOMAZZI
Notícia cadastrada em: 27/11/2019 09:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10803-399c5c35c