Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: SOLANO SÁVIO FIGUEIREDO DOURADO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SOLANO SÁVIO FIGUEIREDO DOURADO
DATA: 17/04/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Miniauditório do CCBS, Campus de São Cristóvão
TÍTULO: Efeito da Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea na Incidência de Náusea e Vômito Pós-Operatório: Revisão Sistemática com Metanálise.
PALAVRAS-CHAVES: Estimulação Elétrica nervosa Transcutânea; Náusea; Vômito; Náusea e Vômito Pós-Operatório;
PÁGINAS: 47
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Fisiologia
RESUMO:

Objetivo: Investigar os efeitos da Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea (TENS) na incidência e severidade de náusea e vômito pós-operatório (NVPO). Métodos: Ensaios clínicos publicados até maio de 2018 foram obtidos por meio de busca eletrônica em nove bases de dados Medline (Pubmed), PEDro, LILACS, SCIelo, Cochrane Central Register of Controlled Trials (CENTRAL), Science Direct, Scopus, Science Direct e CINAHL. Os termos Mesh “Nausea”, “Postoperative nausea and vomiting”, “Vomiting” e “Transcutaneous Electric Nerve Stimulation” foram utilizados para a obtenção de artigos. Dois revisores independentes incluíram apenas ensaios clínicos, sem restrição de idioma, com utilização da TENS em pacientes em período pós-operatório. Os dados referentes à amostra, intervenção e desfechos foram extraídos e a incidência e intensidade de NVPO foram consideradas desfechos primários. A ferramenta de colaboração Cochrane foi utilizada para avaliar o risco de viés. A metanálise foi realizada utilizando modelos de para razão de chances (odds ratio – OR), que expressou o tamanho do efeito após combinação das medidas a partir da avaliação dos resultados dos estudos individuais. Resultados: Foram encontrados 1105 artigos, mas apenas 19 estudos foram incluídos para análise qualitativa e 9 foram incluídos na síntese quantitativa (metanálise), compondo 4 análises. Análise 1: Tendência de efeito positivo da TENS, aplicada no período pós-cirúrgico, na redução de incidência de vômito, quando comparado ao grupo controle (Z = 2,49, 95% IC: -0.21 a 0.83, p=0.01, I2=38%); Análise 2: tendência de efeito positivo da TENS, aplicada no período pós-cirúrgico, na redução de incidência de náusea, quando comparada ao controle (Z = 4,09, 95% IC: -0.16 a 0.52, p=0.0001, I2=0%); Análise 3: Tendência de efeito positivo da TENS, aplicada nos períodos pré, intra e pós-cirúrgico, na redução de incidência de vômito, quando comparado ao grupo controle (Z = 4,34, 95% IC: -0.25 a 0.59, p=0.0001, I2=0) ; Análise 4: tendência de efeito positivo da TENS, aplicada no período pós-cirúrgico, na redução de incidência de náusea, quando comparada ao controle (Z = 3,60, 95% IC: -0.25 a 0.59, p=0.0003, I2=0). Conclusões: O presente estudo aponta evidências de efeito positivo da TENS redução da incidência de NVPO. No entanto, os possíveis mecanismos de ação ainda precisam ser melhor compreendidos em pesquisas futuras.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2865016 - SIMONE DE SOUZA NASCIMENTO
Presidente - 2693741 - VALTER JOVINIANO DE SANTANA FILHO
Externo ao Programa - 2013648 - VITOR OLIVEIRA CARVALHO
Notícia cadastrada em: 16/04/2019 09:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r12182-3b7fa45029