Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: PÉLIGRIS HENRIQUE DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PÉLIGRIS HENRIQUE DOS SANTOS
DATA: 30/01/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Miniauditório do CCBS, UFS - Campus de São Cristóvão
TÍTULO: Efeito cardioprotetor do p-cimeno na intoxicação aguda induzida por paraquat.
PALAVRAS-CHAVES: Agroquímicos; Estresse oxidativo; Miocárdio; Monoterpenos
PÁGINAS: 79
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Fisiologia
RESUMO:

O paraquat (1,1'-Dimetil-4,4'-bipiridínio dicloreto), herbicida utilizado nocombate a pragas e doenças que acometem a lavoura, desencadeia intensoestresse oxidativo, inflamação, lesões teciduais e alterações elétricas econtráteis, caracterizando a intoxicação cardíaca. Desse modo, a utilização desubstâncias com potencial antioxidante e anti-inflamatório pode atenuar essasalterações, constituindo uma alternativa de proteção contra a intoxicação.Nesse contexto, foi relatado que o p-cimeno, produto natural pertencente àclasse dos monoterpenos, possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, sugerindo, portanto, efetividade para controlar estes aspectosque comprometem o organismo durante a intoxicação. Para testar estahipótese ratos wistar foram tratados com p-cimeno, via oral, durante 07 dias e,então, expostos ao paraquat, para simular a intoxicação aguda. Após 24 horas,foram avaliados os parâmetros cardíacos elétricos e contráteis, lesão cardíaca,o status redox e a presença de citocinas inflamatórias. Durante a análise ficouevidenciado que o pré-tratamento com p-cimeno manteve a duração dosintervalos: PR, QRS e QTc; preservou os parâmetros contráteis: FC, PDVE,PS, PD e +dP/dt; manteve a concentração de CK, LDH, MDA, hidroperóxidostotais e preservou a atividade antioxidante enzimática após a intoxicação.Ademais, os animais pré-tratados apresentaram menores quantidades de TNF-α, IL-1β, menor expressão da proteína caspase-3 forma clivada e, durante oestudo das alterações histopatológicas, evidenciou-se que os animais tratadosnão apresentaram sinais de edema e nem desorganização das fibrasmusculares. Levando-nos a inferir, desse modo, que, em virtude de suaspropriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, o pré-tratamento com p-cimenofoi capaz de proteger o tecido cardíaco contra danos elétricos, alteraçõescontráteis e lesões teciduais provocadas pela intoxicação.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1698148 - ENILTON APARECIDO CAMARGO
Presidente - 1763997 - JOSE RONALDO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 1849740 - ROGERIO BRANDAO WICHI
Notícia cadastrada em: 23/01/2019 08:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r10803-399c5c35c