Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCIEL BATISTA FELIX

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCIEL BATISTA FELIX
DATA: 19/06/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Sala dos Conselhos, Reitoria, Campus de São Cristóvão.
TÍTULO: Efeito do Fitoesteróide Biochanina A em Modelo de Artrite Induzida por Zymosan em Camundongos Ovariectomizados
PALAVRAS-CHAVES: Artrite; Biochanina A; Estrógeno; Neutrófilos;
PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Fisiologia
RESUMO:

A artrite é uma doença infamatória que aumenta a erosão e remodelamento da cartilagem e do osso das articulações, mediada principalmente pela exacerbação da resposta inflamatória de neutrófilos gerando efeitos teciduais deletérios e indesejáveis. Neste contexto, a Biochanina A (BCA), um fitoestrógeno conhecido por sua atividade anti-inflamatória, destaca-se como um composto natural com potencial terapêutico a ser utilizada no tratamento da artrite. Neste estudo, avaliamos o efeito farmacológico da BCA em modelo de artrite induzida por zymosan em camundongos. Foram utilizados camundongos fêmeas Swiss (22-28 g) e os procedimentos foram aprovados pelo comitê de ética e pesquisa em animal da UFS (21/2017). Para mimetizar as condições pós-menopáusicas alguns animais foram submetidos ovariectomia. Para a indução da artrite os animais receberam injeção intra-articular (i.a.) de Zymosan (100ug/cavidade 30 minutos depois da última dose dos tratamentos). O grupo controle negativo recebeu injeção de salina (0,9%. i.a.). Os animais ovariectomizados (OVX) e sem ovariectomia (n=5/grupo) foram pré-tratados por via intraperitoneal (i.p.) com BCA (1, 3 e 9 mg/kg) e veículo (solução salina contendo Tween 80 a 1 %) ou por via subcutânea (s.c.) com Estrógeno (E2, 50 ug/kg) por 14 dias consecutivos. Como controle padrão, grupos de animais foram tratados com dexametasona (DEXA, 5 mg/kg, s.c.) 1 hora antes da administração do zymosan. Assim, observamos que a ação estrogênica da BCA foi capaz de alterar o ciclo estral dos animais e este efeito é seguido sem modificações no peso do útero. Ademais, a BCA nas doses de 1, 3 e 9 mg/kg reduziu de forma significativa a migração de neutrófilos para a cavidade articular correspondendo a uma inibição de 77%, 76% e 72%, respectivamente em animais OVX e 63,95%, 64.37% e 41.64%, respectivamente em animais com concentrações de E2 endógeno intacto. Além disso, a BCA (1 mg/kg, i.p.) impediu a formação do edema de pata induzido pelo zymosan (100µg/10 µl, subplantar) e foi capaz de reduzir significativamente as concentrações das citocinas TNF-α, IFN-γ e IL-2 e elevar as concentrações de IL- 4 e IL-10, mas não apresentou efeito significativo para IL- 13 quando comparados com a liberação destes mediadores no grupo controle. Nos ensaios in vitro, as concentrações 1, 10 e 100 µM da BCA promoveram o aumento da apoptose em neutrófilos e consequentemente reduziu as concentrações extracelulares de NETs. Concluímos que a BCA exerce efeito anti-inflamatório durante a artrite induzida por zymosan e ação pró-apoptótica em neutrófilos, os quais sugerem que este fitoestrógeno possa criar subsídios para pesquisas futuras na exploração de possíveis potenciais terapêuticos que possam prevenir a progressão da artrite e melhorar a qualidade de vida principalmente de mulheres na fase pós-menopáusica.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1698148 - ENILTON APARECIDO CAMARGO
Externo ao Programa - 1836564 - FABIANO ALVIM PEREIRA
Externo ao Programa - 285906 - ROQUE PACHECO DE ALMEIDA
Notícia cadastrada em: 06/06/2018 14:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r12182-3b7fa45029