Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RÔAS DE ARAUJO COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RÔAS DE ARAUJO COSTA
DATA: 13/06/2017
HORA: 14:00
LOCAL: A definir
TÍTULO: Efeito redox protetor do extrato hidroetanólico da entrecasca da Syzygium Cumini (L.) Skeels
PALAVRAS-CHAVES: Syzygium Cumini – Exercício físico – antioxidante – estresse oxidativo – produtos naturais
PÁGINAS: 58
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Fisiologia
RESUMO:

O exercício físico vigoroso, de alta intensidade e/ou exaustivo, pode induzir o
extresse oxidativo, tanto em atletas como em indivíduos fisicamente ativos ou
sedentários. O uso de plantas medicinais que apresentam em sua constituição
compostos fenólicos podem ser usadas para descobertas de novos medicamentos ou
suplementos a fim de prevenir e tratar condições clínicas associadas ao dano
oxidativo. Neste âmbito, a Syzygium Cumini (L.) Skeels conhecida popularmente
como jambolão, é uma espécie bastante encontrada em regiões com clima tropical e
rica em compostos fenólicos. Estudos demonstram que esses compostos são
potentes agentes antioxidantes os quais poderiam ser utilizados na redução e
prevenção do estresse oxidativo causado pelo exercício de alta intensidade e suas
complicações. No presente estudo, o teor de fenóis totais foi quantificado usando o
método de Folin-Ciocalteu. Para estudar o efeito do extrato sobre o dano oxidativo
causado pelo exercício, ratos Wistar (250-300g) foram divididos aleatoriamente em
grupos de (n=10) que foram animais sedentários sem tratamento, animais sedentários
tratados, animais submetidos ao exercício, animais submetidos ao exercício e tratados
e animais submetidos ao exercício e tratado com quercetina. Os marcadores de dano
oxidativo foram analisados. Devido ao teor de fenóis (4,65 ± 0,14μg EAG.mg-1 de
extrato) e flavonoides (11,56 ± 0,02 μg de EQ.mg-1 de extrato). O extrato apresentou
90,28% de atividade sequestradora do radical DPPH•, para lipoperoxidação in vitro
induzida por FeSO4 inibiu em até 71,9% na concentração de 200μg.mL-1
. 21 dias de
tratamento com extrato (200 mg.kg) em animais submetidos ao exercício, protegeu a
lipoperoxidação em tecido sanguíneo (43,6%), muscular (26,5%), hepático (51,2%) e
cardíaco (30%). As concentrações de grupamentos sulfidrilas foram mais elevadas em
(59,9%) em tecido sanguíneo, (34,7%) em tecido muscular, (30%) hepático e (23%)
cardíaco nos animais submetidos ao exercício e tratamento com extrato (200 mg.kg)
em comparação aos animais exercitado sem tratamento. Desta forma, os resultados
indicam que o consumo diário do extrato hidroetanólico da Syzygium Cumini (L.)
Skeels tem efeito redox protetor em animais submetidos a exercício de alta
intensidade.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 3553547 - BRANCILENE SANTOS DE ARAUJO
Interno - 1199629 - CARLA MARIA LINS DE VASCONCELOS
Presidente - 1694364 - SANDRA LAUTON SANTOS
Notícia cadastrada em: 29/05/2017 16:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r10803-399c5c35c