Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: VITOR ULISSES DE MELO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VITOR ULISSES DE MELO
DATA: 12/12/2016
HORA: 09:00
LOCAL: A definir
TÍTULO: Privação de hormônios ovarianos reduz a expressão de ocitocina em neurônios pré-autonômicos do núcleo paraventricular do hipotálamo e correlaciona-se com diminuição da sensibilidade do baroreflexo em ratas,
PALAVRAS-CHAVES: Barorreflexo, Ocitocina, Pressão Arterial, Sistema Nervoso Autônomo e Ovariectomia.
PÁGINAS: 1
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Fisiologia
RESUMO:

A prevalência de doenças cardiovasculares, incluindo hipertensão arterial, aumentam dramaticamente em mulheres após o período de menopausa, entretanto os mecanismos envolvidos na gênese desses processos patológicos não estão completamente elucidados Neurônios ocitocinérgicos estão presentes em grande quantidade no Núcleo Paraventricular do Hipotalámo (PVN). Estudos prévios mostraram que o aumento de ação OTérgicas para o tronco encefálico pode melhorar a sensibilidade do barorreflexo, bem como, o controle autonômico da circulação. Considerando que neurônio pré-autonômicos do PVN expressam diferentes tipos de receptores para estrogênio, hipotetizamos que a privação de hormônios ovarianos causaria diminuição da eficiência do barorreflexo, disautonomia e hipertensão por impactar negativamente as projeções OTérgicas e a expressão de ocitocina em nesse local. Para testar tal hipótese, mensuramos gene e expressão proteica de ocitocina (qPCR e imunohistoquímica) em subnúcleos do PVN de ratas Wistar ovariectomizadas ou sham. Registros hemodinâmicos em animais acordados foram utilizados para obtenção da pressão arterial, frequência cardíaca, sensibilidade espontânea do barorreflexo. A modulação autonômica cardíaca e vascular foram estimadas através da potência de análise espectral. Observamos que a privação de hormônios ovarianos promoveu redução da sensibilidade do barorreflexo, aumento da modulação simpática concomitante a diminuição da ação vagal cardíaca e, ao mesmo tempo, elevou a pressão arterial média em repouso. Ademais, ratas ovariectomizadas tiveram menores valores de RNAm e expressão de ocitocina em todos os núcleos pré-autonômicos do PVN. Além disso, reduzido nível proteico de ocitocina correlaciona-se positivamente com a diminuída sensibilidade do barorreflexo e negativamente com a razão LF/HF. Esses achados sugerem que a redução da expressão de ocitocina em neurônios pré-autonômicos do PVN contribui para a disfunção do barorreflexo e desregulação autonômica observada após privação de hormônios ovarianos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1698148 - ENILTON APARECIDO CAMARGO
Presidente - 1656787 - JOSIMARI MELO DE SANTANA
Externo à Instituição - MARCELO MENDONÇA MOTA
Notícia cadastrada em: 21/11/2016 08:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10803-399c5c35c