Notícias

Banca de DEFESA: DOUGLAS BONFIM LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DOUGLAS BONFIM LIMA
DATA: 29/11/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Vídeo-Conferência da RENORBIO
TÍTULO: Perfil bioquímico e efeitos do extrato de Croton argyrophyllus contra radicais livres in vitro e sobre o estresse oxidativo em ratas submetidas ao exercício resistido de alta intensidade
PALAVRAS-CHAVES: Crotonargyrophyllus; antioxidante; estresse oxidativo; exercício
PÁGINAS: 43
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Fisiologia
RESUMO:

O exercício físico é importante para manutenção da saúde e prevenção de diversas doenças como o diabetes, hipertensão arterial e obesidade. Todavia, o exercício resistido agudo de alta intensidade favorece a produção de radicais livres, os quais podem gerar estresse oxidativo que pode resultar em lesões no organismo. Tem-se buscado maneiras de evitar esse problema através da utilização de produtos naturais, como extrato de plantas para amenizar os efeitos dos radicais livres, devido à presença nos mesmos, de substâncias antioxidantes. Este estudo teve como objetivo investigar o perfil fitoquímicodo extrato hidroetanólico de C. argyrophyllus e avaliar seu efeito emradicais livres in vitroe contra o estresse oxidativoinduzido por exercício físico resistido agudo de alta intensidade em ratas. No presente estudo, o perfil fitoquimico do extrato hidroetanólico da entrecasca de C. argyrophyllus foi investigado através de reações colorimétricas ou de precipitação, enquanto o teor de fenóis totais foi quantificado usando o método de Folin-Ciocalteu. O extrato também foi testado in vitro no modelo radicalar de DPPH• e para estudar seu efeito sobre o estresse oxidativo, ratos Wistar (200-250g) foram divididos em 4 grupos: 1) Grupo veículo sedentário (TW-EE, n = 7) – composto por animais sedentários tratados com veículo (tween 80, via oral (vo); 2) Grupo veículo treinado (TW-EX, n = 6) - composto por animais tratados com veículo (tween 80, vo) e submetidas a protocolo de treinamento resistido; 3) Grupo extrato sedentário (EHE-EE, n = 6) - composto por animais sedentários e tratados com extrato EHE de C. argyrophyllus (200 mg/kg, vo); 4) Grupo extrato treinado (EHE-EX, n = 7) composto por animais treinados com exercício resistido e tratados com EHE de C. argyrophyllus a (200 mg/kg, vo). Os resultados foram representados como média ± erro padrão da média, utilizando p < 0,05. Todas as análises foram realizadas em triplicata. Após avaliação da normalidade dos dados, através do teste Shapiro Wilk, os mesmos foram avaliados através do teste t de Student ou da análise de variância de uma via seguida de multiplo teste de Bonferroni. Foi utilizado o software GraphPadPrism. As substâncias encontradas no extrato foram esteróides, flavanonas, flavananóis, flavonas, flavonoides, taninos, xantonas e terpenos. Devido ao baixo teor fenólico (64,68 ±9,06 mg de eq-AG/g no extrato), foi constatadopercentual de inibição do radical DPPH• próximo de 40% com IAA baixo (0,12). A administração aguda do extrato reduziu, no grupo treinado, as concentrações de CK no plasma (54,13%, p<0,05) e no músculo (46,35%, p<0,05); de LDH no plasma (30,53%, p<0,05); e de MDA muscular (65,51%, p<0,05) em comparação aos que receberam o veículo Tween 80. O extrato também reduziu no grupo sedentário, a LDH plasmática (47,14%, p<0,05) e muscular (65,43%, p<0,05). Desta forma, os resultados sugerem que o extrato hidroetanólico da C. argyrophylluspossui vários compostos antioxidantes. Apesar de o mesmo não ter apresentado bom efeito no modelo radicalar de DPPH•, foi verificada considerável proteção contra o estresse oxidativo baseado nos marcadores de lesão tecidual CK, LDH e MDA.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1698331 - ANDERSON CARLOS MARCAL
Presidente - 2335200 - CHARLES DOS SANTOS ESTEVAM
Interno - 1694364 - SANDRA LAUTON SANTOS
Notícia cadastrada em: 14/11/2014 15:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10803-399c5c35c