Notícias

Banca de DEFESA: MARCEL DA SILVA NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCEL DA SILVA NASCIMENTO
DATA: 09/12/2013
HORA: 09:00
LOCAL: A definir
TÍTULO: "Abordagem fitoquímica e avaliação da atividade antioxidante e anti-inflamatória do extrato e frações da entrecasca da Mimosa hostilis Benth"
PALAVRAS-CHAVES: Atividade antioxidante; Fitoquímica, Anti-inflamatória; Mimosa hostilis
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Fisiologia
SUBÁREA: Fisiologia Geral
RESUMO:

Abordagem fitoquímica e avaliação da atividade antioxidante e anti-inflamatória do extrato e frações da entrecasca da Mimosa hostilis Benth, Marcel da Silva Nascimento, São Cristóvão, 2013.

O uso de plantas medicinais para cura e prevenção de doenças é uma das práticas mais antigas da humanidade. Uma das plantas utilizadas na medicina popular é a Mimosa hostilis Benth conhecida como jurema preta e usada popularmente em problemas de pele e inflamações em geral. O presente trabalho teve por objetivo realizar a triagem fitoquímica e avaliar a atividade biológica do extrato hidroetanólico (EHE) e das suas frações hexânica (FHX), clorofórmica (FCL), acetato de etila (FAE) e hidrometanólica (FHM) obtidos das entrecascas da M. hostilis. Para isso, o EHE e suas frações foram submetidos à prospecção fitoquímica clássica a qual envolveu reações químicas qualitativas que resultaram na confirmação de metabólitos pertencentes às classes dos flavonoides, taninos, xantonas, triterpenóides, esteroides livres, saponinas e fenóis. O teor de fenóis totais também foi realizado utilizando-se o método de Folin-Ciocalteu cujo resultado foi maior na FAE (527,71 ± 30,80 mg de EAG.g-1). Para avaliar a atividade antioxidante foram utilizados os métodos de sequestro do radical livre (2,2-difenil-1-picril-hidrazil-DPPH) e da inibição da lipoperoxidação quantificada por meio das substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS). O EHE e as FAE e FHM tiveram um maior percentual de inibição do radical livre DPPH com índices de 95,84%, 94,66% e 95,40% respectivamente. O EHE e FAE mostraram maior percentual de inibição da peroxidação lipídica quando induzida por AAPH enquanto a FHM, maior quando induzida por FeSO4. A atividade biológica investigada foi a anti-inflamatória por meio da redução do edema de orelha e pela atividade da mieloperoxidase (MPO). O edema de orelha foi induzido pelo 12-O-tetradecanoilforbol acetato (TPA, 1mg/orelha) e o efeito do EHE ou das frações foi avaliado pela coadministração dos mesmos, em doses de 1,0 e 3,0 mg/orelha, com o TPA na orelha direita. Na orelha esquerda foi administrado apenas o veículo (acetona). Após 6 h, os sítios de orelha foram retirados o edema expresso pela variação da massa da orelha direita pela orelha esquerda, bem como a atividade de mieloperoxidase (MPO) foi mensurada. A coadministração do EHE causou inibição significativa (p<0,001) do edema e da atividade de MPO (p<0,05) em ambas as doses. Por sua vez, FHX, FCL, FAE e FHM reduziram o edema de forma semelhante na dose de 3,0 mg/orelha com percentuais de inibição de 78%, 71%, 75% e 65%, respectivamente. A FAE e a FHM inibiram a atividade de MPO nas doses de 1,0 ou 3,0 mg/orelha (86% e 93% para 1,0 e 3,0 mg/orelha de FAE, respectivamente,p<0,001; 40% e 52% para 1,0 ou 3,0 mg/orelha de FHM respectivamente, p<0,05). A FCL causou inibição apenas na dose de 3,0 mg/orelha (72%, p<0,05) e a FHX não alterou significativamente a atividade de MPO induzida pelo TPA. Se considerados conjuntamente estes resultados indicam que o EHE e suas frações possuem ação antioxidante e anti-inflamatória, viabilizando estudos futuros com esta planta para a obtenção de compostos bioativos.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2335200 - CHARLES DOS SANTOS ESTEVAM
Interno - 2225863 - MURILO MARCHIORO
Externo à Instituição - SHEYLA ALVES RODRIGUES
Notícia cadastrada em: 22/11/2013 17:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10803-399c5c35c