Notícias

Banca de DEFESA: PATRICIA SANTOS CUNHA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PATRICIA SANTOS CUNHA
DATA: 02/08/2013
HORA: 14:30
LOCAL: A ser definido
TÍTULO: EFEITO VASORRELAXANTE DOS ISÔMEROS (+) E (-)-LINALOL EM ARTÉRIA MESENTÉRICA DE RATO
PALAVRAS-CHAVES: LINALOL, ÓLEOS ESSENCIAIS, VASORRELAXAMENTO, ARTÉRIA MESENTÉRICA SUPERIOR
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Farmacologia
RESUMO:

O linalol é um monoterpeno que pode ser biossintetizado por algumas plantas na forma racêmica, ((±)-linalol), ou na forma de enantiômeros, (+)-linalol ou (-)-linalol. A avaliação da atividade dos isômeros puros tem tornado-se importante para a descoberta de novas drogas com melhor potencial terapêutico e menor índice de efeitos colaterais. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar a ação vasorelaxante induzida pelos enantiômeros, (+) e (-)-linalol em artéria mesentérica superior de rato, além de buscar elucidar os mecanismos envolvidos neste efeito. Para tanto, ratos Wistar machos (200 – 300 g) foram sacrificados por dessangramento sob anestesia e a artéria mesentérica superior foi removida. Desta artéria foram obtidos anéis (1-2 mm) que foram mantidos em cubas para órgão isolado contendo 10 mL de solução nutritiva de Tyrode a 37 ºC e gaseificada com carbogênio. Para o registro das contrações isométricas, cada anel foi suspenso por linha de algodão fixada a um transdutor de força conectado a um sistema de aquisição de dados. Em anéis com endotélio funcional pré-contraídos com 10 µM fenilefrina (controle), ambos enantiômeros foram capazes de induzir vasorelaxamento significativo dependente da concentração. Como o (-)-linalol apresentou um efeito maior do que aquele apresentado pelo (+)-linalol, buscou-se avaliar o mecanismo de ação envolvido em sua ação vasorelaxante. Em anéis sem endotélio funcional, o vasorelaxamento induzido pelo (-)-linalol foi significativamente atenuado em relação à condição controle. Resultados semelhantes foram obtidos após incubação com 10-8 M de atropina, um antagonista de receptores muscarínicos; ou 10-4 M de L-NAME, um inibidor da síntese de NO; ou 30 μM de hidroxocobalamina, um sequestrador de NO. Em anéis sem endotélio funcional pré-incubados com 1 mM de TEA, um bloqueador não seletivo de canais para K+, o vasorelaxamento induzido pelo (-)-linalol não foi alterado significativamente. Porém, em anéis sem endotélio funcional pré-contraídos com KCl 80 mM, o vasorelaxamento induzido pelo óleo foi significativamente maior do que aquele obtido em anéis sem endotélio funcional pré-contraídos com fenilefrina. Além disso, concentrações isoladas de (-)-linalol reduziram significativamente contrações induzidas por CaCl2 (10‑6 – 10-2 M) ou por Na3VO4 (10-5 – 3 x 10‑2 M). Estes resultados sugerem que os efeitos induzidos pelo linalol ocorrem, principalmente, pela ação de um de seus isômeros, o (-)-linalol. Este isômero produz um efeito vasorelaxante em artéria mesentérica superior de rato que é em parte, dependente do endotélio, o qual se dá pela ativação de receptores muscarínicos e pela liberação de NO. Além disso, o vasorelaxamento independente do endotélio é decorrente da inibição dos canais para cálcio sensíveis à voltagem e envolve a sensibilização da maquinaria contrátil na musculatura lisa vascular.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2445308 - ADRIANO ANTUNES DE SOUZA ARAUJO
Externo ao Programa - 1199629 - CARLA MARIA LINS DE VASCONCELOS DE ARAUJO
Presidente - 2190308 - MARCIO ROBERTO VIANA DOS SANTOS
Notícia cadastrada em: 29/07/2013 09:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10803-399c5c35c