A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: KEYTE NAYARA DA SILVA NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KEYTE NAYARA DA SILVA NASCIMENTO
DATA: 30/07/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Vídeo Conferência
TÍTULO: NANOPARTÍCULAS SEMICONDUTORAS ANCORADAS EM MATRIZ DE ALGINATO E CARBON DOTS PARA APLICAÇÃO EM SENSORES
PALAVRAS-CHAVES: quantum dots, carbon dots, sensor fototérmico, COV, íons metálicos
PÁGINAS: 136
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

As propriedades e versatilidade que emergem dos nanomateriais, ampliam a
possibilidade de suas aplicações, entre os nanomateriais intensamente estudados estão
os
quantum dots (QDs) e os carbon dots (C-dots). Dentro dessa perspectiva, neste
trabalho foram sintetizados QDs de CdSe com propriedades ópticas otimizadas a partir
da troca de ligantes e variação de pH de síntese. A melhor intensidade de emissão de
PL foi obtida quando passivados com N-acetil cisteína (NAC) em pH 10. Os QDs de
CdSe/NAC foram posteriormente conjugados com o alginato (ALG) com o intuito de
produzir um filme compósito. Os filmes compósitos foram submetido a estudos térmicos
com 14 ciclos, cada um representando o aquecimento do material de 20°C para 90°C
para análise do decaimento da emissão do compósito de ALG com QDs de CdSe/NAC
em função da temperatura. Os resultados demonstraram que após 24h o filme
compósito recupera suas propriedades fluorescentes, essa reversibilidade na emissão
de PL em relação a variação de temperatura, indica o potencial do compósito para
aplicação como sensor fototérmico. Além disso, foram sintetizados C-dots à base ALG
via síntese hidrotermal com o objetivo de utilizá-los em sistemas de detecção de
analitos. Os resultados mostraram a viabilidade dos C-dots de ALG na detecção de íons
Ni
2+ e Cu2+, sendo mais efetivo para o íon Cu2+, devido a cinética de quelação na
superfície de C-dots. Entre os sistemas de detecção de compostos orgânico voláteis
(COVs) – tolueno, hexano, propanol e propanona – a propanona apresentou a melhor
resposta, com decaimento de 72% na emissão de PL, consequência do seu caráter
fortemente doador de elétrons.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CRISTIANE DA CUNHA NASCIMENTO
Interno - 1694103 - EULER ARAUJO DOS SANTOS
Interno - 1495228 - IARA DE FATIMA GIMENEZ
Presidente - 2326669 - LUIS EDUARDO ALMEIDA
Externo ao Programa - 2752790 - ZAINE TEIXEIRA CAMARGO

Notícia cadastrada em: 15/07/2021 15:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r19181-717445561f