A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: CRISTIANO CUNHA COSTA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CRISTIANO CUNHA COSTA
DATA: 28/02/2018
HORA: 14:00
LOCAL: mini-auditório do P2CEM
TÍTULO: PREPARAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE COMPÓSITOS DE POLIETILENO DE ALTA DENSIDADE COM CASCA DE ARROZ E OXIBIODEGRADANTE PARA A PRODUÇÃO DE TUBETES FLORESTAIS
PALAVRAS-CHAVES: Compósito polimérico, Polietileno de alta densidade, Casca de arroz, Biodegradação, Propriedades mecânicas.
PÁGINAS: 128
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

O uso de resíduos agrícolas, como a casca de arroz (CA), para a produção decompósitos poliméricos baratos e eco-amigáveis surge como um campo deinteresse promissor. O objetivo deste trabalho foi a preparação de compósitosà base de polietileno de alta densidade (PEAD), reforçados com casca de arroze um pró-oxidante orgânico (EG15) para a produção de tubetes florestais. Ostestes de fotodegradação e degradação em solo simulado foram realizados por90 e 180 dias, a fim de estudar a decomposição desses compósitos. As imagens de MEV e MO sugerem que a degradação das amostras dos compósitos foi mais extensa do que a amostra de PEAD puro, provavelmente porque os compósitos apresentam intensa absorção de luz na faixa UV, facilitando o processo de degradação mesmo antes da biodegradação. Além disso, após a introdução de partículas de RH na matriz polimérica, as propriedades mecânicas de tração e flexão, experimentaram mudanças significativas, sugerindo que as partículas de RH foram dispersas homogeneamente em toda a matriz de polímero. Além disso, foi possível a identificação de microrganismos com atividade de biodegradação do polietileno, como Aspergillus níger,Penicillium spp.,Trichoderma spp. Rhizopus spp. Finalmente, os resultados demonstraram que o PEAD, CA e EG são materiais atraentes para o projeto de compósitos poliméricos para a produção de tubetes com excelentes propriedades mecânicas, sendo também facilmente decompostos no ambiente, após serem descartados.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1495228 - IARA DE FATIMA GIMENEZ
Externo ao Programa - 2273536 - LAURA JANE GOMES
Presidente - 2326669 - LUIS EDUARDO ALMEIDA
Interno - 1199304 - NIVAN BEZERRA DA COSTA JUNIOR
Externo à Instituição - PAULO AUTRAN LEITE LIMA

Notícia cadastrada em: 26/02/2018 15:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2024 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r19181-717445561f