Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MONICA TELES SANTOS DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MONICA TELES SANTOS DE OLIVEIRA
DATA: 23/08/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Seminários [DMA-UFS]
TÍTULO: O PROCESSO DE IDENTIFICAÇÃO PROFISSIONAL DE LICENCIANDOS EM MATEMÁTICA: UM ESTUDO A PARTIR DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS
PALAVRAS-CHAVES: Identidade Profissional. Estágio Supervisionado em Matemática. Relação com o Saber.
PÁGINAS: 90
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Ensino-Aprendizagem
RESUMO:

Este trabalho tem por objetivo geral, identificar e analisar as implicações dos Estágios Curriculares Supervisionados em Ensino de Matemática (ECS) da Universidade Federal de Sergipe/Campus São Cristóvão na construção da identidade profissional de futuros professores nessa área. Para isso, a pesquisa de campo está sendo desenvolvida sob uma abordagem qualitativa com fins exploratório e explicativo. A questão central da pesquisa é: Quais as implicações dos Estágios Supervisionados em Ensino de Matemática na construção da identidade profissional de futuros professores? Os dados foram coletados junto aos estudantes regularmente matriculados na disciplina de Estágio Supervisionado em Ensino de Matemática III, ofertada no semestre 2018/2, que já haviam cursado os outros dois estágios obrigatórios da graduação em Matemática (Estágio Supervisionado I e II), utilizando produção textual e entrevistas semi-estruturadas. Nessa busca, foram utilizados autores como Charlot (2000, 2005), Dubar (2005), Nóvoa (1995, 2009), Tardif (2002) e Valente (2008) para fundamentar o estudo. A partir desses e de alguns outros autores, compreendeu-se que a identidade profissional pode ser entendida como um complemento entre a própria identidade e a identidade do outro, ou seja, a união entre o ‘eu profissional’ e a maneira como a profissão se apresenta socialmente. Num primeiro momento, foi investigada a relação que os sujeitos investigados apresentam sobre a docência com o seu processo identitário. Em virtude da pesquisa está em andamento, ainda há dados a serem coletados com o proposito de alcançar outros objetivos propostos na pesquisa, por meio de entrevista. Entretanto, a partir da análise dos dados coletados até esse momento, foi possível inferir alguns aspectos que relacionam o processo identitário com a docência às dimensões da Relação com o Saber desenvolvida por Charlot (2000). Essas dimensões (epistêmica, social e identitária) estão sendo reveladas como constituintes desse processo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2223284 - DENIZE DA SILVA SOUZA
Interno - 1546518 - IVANETE BATISTA DOS SANTOS
Externo ao Programa - 1646555 - TERESA CRISTINA ETCHEVERRIA

Notícia cadastrada em: 12/08/2019 13:08
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r15440-bf36319aa9