Notícias

Banca de DEFESA: ILDEMA GOMES ARAGÃO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ILDEMA GOMES ARAGÃO
DATA: 31/03/2016
HORA: 09:00
LOCAL: SALA DE ESTUDOS NO NPGCIMA
TÍTULO: RELAÇÕES COM O SABER E O UNIVERSO EXPLICATIVO DA PESSOA COM CEGUEIRA TOTAL SOBRE A APRENDIZAGEM DA GEOMETRIA
PALAVRAS-CHAVES: Cegueira total. Geometria. Relações com o saber. Universo explicativo.
PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
RESUMO:

Esta pesquisa teve como questões norteadoras: analisar como se desenvolve o universo explicativo da pessoa com cegueira total sobre a aprendizagem da geometria e qual a relação com o saber estabelecida por elas na construção desse conhecimento. A pesquisa se enquadra na área da Educação Especial e Educação Matemática na perspectiva inclusiva. A pesquisa teve como embasamento teórico a teoria da Relação com o saber de Bernard Charlot e, para adentrarmos nos conceitos do Universo explicativo da pessoa com cegueira, trabalhamos com as teses de doutorado da professora Veleida Anahí da Silva, da professora Denize da Silva Souza, além disso fazemos um pequeno recorte da trajetória da Educação Especial até os dias atuais e para isso nos apropriamos dos textos Mantoan (2003), Mansini (1994), Sassaki (1999), Souza e Silva (2005), Souza et ali (2005), Stainback e Stainback (1999), dentre outros; mas, também buscamos outros suportes em estudos inseridos nesse mesmo campo de pesquisa, principalmente, e também em alguns trabalhos voltados a aprendizagem da Geometria. Como instrumento de coleta de dados foram utilizados produção de texto baseado na técnica “balanço do saber” – desenvolvida pela equipe ESCOL (Paris VIII), organizada por Charlot (1999) – e três etapas de entrevista, sendo uma delas baseada na entrevista de explicitação técnica desenvolvida por Pierre Vermersh (1994). Este trabalho teve uma abordagem qualitativa, envolvendo a análise dos conteúdos das entrevistas para estabelecer possíveis situações de semelhança ou diferenças entre os sujeitos participantes da pesquisa. Os resultados nos mostraram que a pessoa com cegueira total que não possui comprometimento de outros órgãos que não seja a visão, tem a capacidade de construir um universo explicativo de qualquer objeto matemático, desde que tenha sido construído considerando suas particularidades e seus limites. As Relações com saber dessas pessoas basearam-se na necessidade de auto afirmação, capazes de tornarem-se sujeitos independentes e cidadãos do mundo.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1452920 - ANA MARIA FREITAS TEIXEIRA
Externo ao Programa - 2049228 - RITA DE CACIA SANTOS SOUZA
Presidente - 1344550 - VELEIDA ANAHI DA SILVA
Notícia cadastrada em: 29/02/2016 16:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r15440-bf36319aa9