Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: TARCISIO BRUNO SANTOS SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TARCISIO BRUNO SANTOS SILVA
DATA: 27/10/2015
HORA: 10:30
LOCAL: Sala do PRODEMA
TÍTULO: A CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO DE MATEMÁTICA: UM ESTUDO COM ALUNOS DO 5° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
PALAVRAS-CHAVES: Ensino de Matemática – Anos Iniciais do Ensino Fundamental – Contação de Histórias – Africanidades
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Ensino-Aprendizagem
ESPECIALIDADE: Métodos e Técnicas de Ensino
RESUMO:

Estudos apontam que o ensino e a aprendizagem em Matemática constitui-se como um dos principais entraves no processo educacional. Nesse sentido, Silva (2009) assevera que há uma imagem criada em torno da Matemática, considerada uma disciplina, elitista e seletiva. A representação predominante, na maioria das vezes, é de uma Matemática “pronta” com conteúdos imutáveis, sendo apresentada como a disciplina dos resultados, abandonando sua história e se contrapondo à ideia proposta pelo PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais) de Matemática (1998), que aponta a necessidade dos/das discentes serem questionadores/as dos problemas e respostas e da Matemática ser tratada não como uma ciência de verdades infalíveis e imutáveis, mas com a dinamicidade de qualquer produção humana, construída historicamente. A situação predominante contrária a esta perspectiva reflete diretamente nos baixos resultados das avaliações institucionais, a exemplo do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de alunos) que, segundo dados da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), colocou o Brasil, no ano de 2012, em 58º Lugar no Ranking de Matemática.

Diante desse contexto, este estudo apresenta a seguinte questão de pesquisa: Quais as possíveis contribuições da contação de história para o ensino e a aprendizagem em Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental (EF). O problema apontado nos leva ao objetivo geral de analisar as possíveis contribuições da contação de história como estratégia metodológica no ensino e aprendizagem de Matemática no 5º ano do Ensino Fundamental. A instituição escolar, foco da pesquisa, faz parte da Rede Municipal de Ensino de Aracaju. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, que articula aspectos da etnomatemática, dos estudos do tipo etnográfico e da pesquisa-ação. Entre os procedimentos de coleta de dados destacam-se: narrativa autobiográfica, aplicação de questionário exploratório, aplicação e análise de atividades e diário de bordo, além de relatos de processos, análise de documentos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1545817 - MARIA BATISTA LIMA
Externo ao Programa - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Externo à Instituição - CRISTIANE COPPE DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 26/11/2015 14:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r15440-bf36319aa9