Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: EVERALDO PINTO FONTES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EVERALDO PINTO FONTES
DATA: 22/09/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Sala do Prodema
TÍTULO: O PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO (PDE) E SUAS IMPLICAÇÕES NO ENSINO E NA APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA: UM ESTUDO DE CASO EM UMA ESCOLA PUBLICA DE SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: PDE/Interativo, Ensino de Matemática, Aprendizagem.
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Ensino-Aprendizagem
ESPECIALIDADE: Métodos e Técnicas de Ensino
RESUMO:

Esta pesquisa, em realização desde junho de 2014, tem como campo de estudo uma escola estadual do município de Barra dos Coqueiros (Sergipe - Brasil). Tem como objetivo analisar, a partir da visão de diferentes segmentos de uma escola pública de Sergipe (com foco nas turmas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental (EF), em que medida as metas estabelecidas no Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) contribuem para o ensino e a aprendizagem de Matemática, Buscou-se primeiramente localizar as orientações propostas pelo MEC no Plano de Ação elaborado pela direção da instituição de ensino, bem como analisar o contexto e o processo de formulação do PDE/Interativo. Posteriormente, iniciou-se o processo de acompanhamento das ações planejadas e do destino da verba fornecida pelo Governo Federal para combater os problemas e as dificuldades no ensino e na aprendizagem na disciplina Matemática (do 6º ao 9º ano do EF) no colégio foco da pesquisa. O referencial teórico adotado baseou-se em autores que consideram que, o desafio é desmistificar a visão excludente da Matemática e tornar seu ensino e sua aprendizagem mais prazerosa. Entre eles estão Silva, Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), D’Ambrósio, Fiorentini, Charlot, entre outros. Quanto à fundamentação no que se refere ao Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) foi usado Saviani, Haddad, entre outros. A metodologia adotada amparou-se na abordagem qualitativa, como entende Minayo e Triviños. Como procedimentos metodológicos, utilizou-se dos seguintes instrumentos de coleta de dados: entrevista semiestruturada e questionário para professores/as, alunos/as, equipe gestora da escola e o coordenador das ações de Matemática do PDE/Interativo da escola, como também 04 alunos que compõe o Grêmio da escola. No caso dos/as professores/as, alunos/as, equipe gestora e coordenação das ações do PDE/Interativo na escola, as respostas dadas à entrevista semiestruturada e ao questionário foram analisadas e comparadas, considerando-se o exposto no PDE/Interativo da escola, as implicações no ensino e aprendizagem de Matemática, a forma como foi composta a equipe de coordenação do PDE/Interativo na escola, o envolvimento demonstrado pelos alunos/as na disciplina de Matemática e os resultados alcançados nesta disciplina nos anos de 2013 e 2014 na Prova Brasil e no desempenho da escola no 6º ao 9º no PDE/Interativo. Desta forma, estamos verificando as implicações das metas estabelecidas no PDE/Interativo da escola, que encontra-se incluso no Plano de Desenvolvimento da Educação.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1545817 - MARIA BATISTA LIMA
Externo ao Programa - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Externo à Instituição - RITA DE CASSIA PISTOIA MARIANI
Notícia cadastrada em: 14/09/2015 10:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r15368-99f189d34b