Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: WILMA FERNANDES ROCHA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: WILMA FERNANDES ROCHA
DATA: 15/09/2015
HORA: 13:00
LOCAL: Laboratorio de Ensino(DMA-UFS)
TÍTULO: Saberes elementares aritméticos no ensino primário em Sergipe (1890 a 1944).
PALAVRAS-CHAVES: Saberes elementares aritméticos. Ensino primário. Aritmética
PÁGINAS: 72
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Tópicos Específicos de Educação
RESUMO:

O presente trabalho apresenta os resultados de uma investigação que teve por objetivo identificar os saberes elementares aritmético para o ensino primário em Sergipe nos documentos oficiais, no período de 1890 a 1944 Com vistas a atingir o objetivo proposto, foram localizados e examinados documentos como: decretos, programas, regulamentos, relatórios, mensagens, manuais e revistas, de forma a identificar elementos para construir uma representação histórica no período investigado. . A contribuição teórica ocorreu a partir do uso de autores como Valente (2013), Azevedo (2006, 2015), e Chartier (1990 ). O exame dos documentos norteou-se pela seguinte interrogação: de que forma os saberes elementares aritméticos se apresentavam e foram alterados ou não da transição dos movimentos educacionais. De acordo com o exame já efetuado nos regulamentos, é possível afirmar que a disciplina aritmética sofreu mudanças na nomenclatura iniciou em aritmética até regra de três, no ano de 1915, incluiu-se ao que já estava posto o termo até systema metrico com todas as operações e não é observada a regra de três. em 1916 retoma o mesmo nome que ventilou até 1914, mas com a ressalva que era regra de três simples. Nos Regulamentos de 1921, 1924 e 1931 apresentavam no nome das disciplinas semelhanças em relação aos termos aritmética e sistema métrico. Há referencias a recursos como contadores mecânicos e as cartas de Parker,e como auxilio inicial ao professor os manuais Aritmética Elementar de Antonio Trajano e de Ramon Roca. E ao método intuitivo até a década de 1920, com indícios de mudança para o escolanovismo a partir da década de 1930.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1546518 - IVANETE BATISTA DOS SANTOS
Externo ao Programa - 1295262 - PAULO DE SOUZA RABELO
Externo à Instituição - LAERTE SILVA DA FONSECA
Notícia cadastrada em: 30/08/2015 22:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r15368-99f189d34b