Notícias

Banca de DEFESA: ELTON DANIEL OLIVEIRA DO NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELTON DANIEL OLIVEIRA DO NASCIMENTO
DATA: 26/05/2015
HORA: 09:00
LOCAL: NPGECIMA
TÍTULO: PRÁTICAS EPISTÊMICAS EM ATIVIDADES INVESTIGATIVAS DE CIÊNCIAS
PALAVRAS-CHAVES: Práticas epistêmicas, movimentos epistêmicos, atividades investigativas, ensino de ciências,
PÁGINAS: 63
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Ensino-Aprendizagem
ESPECIALIDADE: Métodos e Técnicas de Ensino
RESUMO:

Esta dissertação teve como principal objetivo fazer uma análise do desenvolvimento de práticas epistêmicas ao longo de atividades investigativas de Física e Química, em salas de aula do ensino médio, explicitando suas relações com as ações do professor ao conduzir tais atividades. A pesquisa alia-se à perspectiva que defende que os alunos adquiram uma concepção adequada acerca da natureza da ciência, e para isso consideramos que o desenvolvimento de práticas epistêmicas em salas de aula de ciências, dentre as quais se inclui a argumentação, seja primordial para disseminação desse conhecimento. Práticas epistêmicas são definidas por Kelly e Duschl (2002) como formas específicas com que membros de uma comunidade científica entendem, justificam, avaliam e validam os conhecimentos desenvolvidos. Baseados em estudos da Filosofia, Sociologia e Antropologia da Ciência, os autores elaboram tal conceito e consideram que o mesmo tem o potencial de inspirar e orientar as investigações científicas escolares. Considerando o papel que uma comunidade de prática tem na definição do que seja conhecimento relevante e quais as formas legitimas de adquiri-lo, Kelly (2005) discute práticas epistêmicas como atividades sociais de produção, comunicação e avaliação do conhecimento. Jimenez-Aleixandre e Bustamante (2007) levam em conta a noção de prática epistêmica apresentada em Kelly e Duschl (2002) e elaboram um conjunto de categorias de práticas associadas às instâncias sociais discutidas por Kelly (2005).Tais categorias são consideradas em nossa pesquisa; porém, procuramos investir na elaboração de novas categorias a fim de contemplar características de atividades investigativas estruturadas comuns em nosso país, de modo a contribuir com o avanço nessa discussão. Entendemos que, para uma melhor visualização das práticas epistêmicas, as atividades investigativas tornam-se um segmento que auxilia na análise. Uma atividade investigativa, com um roteiro bem elaborado e com a colaboração do professor na condução, facilita o desenvolvimento das práticas epistêmicas pelos alunos. Neste sentido, os dados desta pesquisa foram coletados em duas situações que envolviam atividades investigativas. A primeira correspondeu a uma oficina de Física intitulada “Investigando a dilatação térmica dos sólidos”, desenvolvida em um evento de popularização da ciência. A segunda, intitulada “Fatores que influenciam a velocidade de uma reação química”, ocorreu em uma sala de aula regular de Química. Ambas as sequências investigativas ocorreram no Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Sergipe. Para analisarmos a condução do professor no desenvolvimento dessas atividades investigativas, utilizamos as categorias: abordagem comunicativa e intenções do professor, ambas apresentadas por Mortimer e Scott (2003) e ainda movimentos epistêmicos, discutidas em Silva (2011). Para a análise das práticas epistêmicas dos alunos, nos baseamos nas categorias propostas por Jimènez-Aleixandre e Bustamante (2007) e em trabalhos que dialogam com este. Buscamos, ao fim, fazer uma relação dessas ações com as práticas epistêmicas desenvolvidas pelos alunos. Considerando a análise da sequência investigativa de Física, discutida neste trabalho, foi perceptível que as ações do professor aliadas à estrutura da atividade favoreceram o aparecimento de práticas epistêmicas pelos alunos, primordialmente na instância de produção do conhecimento.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1674029 - ACACIO ALEXANDRE PAGAN
Presidente - 1039338 - ADJANE DA COSTA TOURINHO E SILVA
Externo à Instituição - FRANCIMAR MARTINS TEIXEIRA
Notícia cadastrada em: 11/05/2015 22:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r15440-bf36319aa9