Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: SIMONE SILVA DA FONSECA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SIMONE SILVA DA FONSECA
DATA: 26/02/2015
HORA: 15:00
LOCAL: Laboratório de Ensino de Matemática (DMA)
TÍTULO: OS SABERES ELEMENTARES GEOMÉTRICOS NO ENSINO PRIMÁRIO EM SERGIPE (1911-1930)
PALAVRAS-CHAVES: Saberes elementares geométricos, método intuitivo
PÁGINAS: 96
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Ensino-Aprendizagem
ESPECIALIDADE: Métodos e Técnicas de Ensino
RESUMO:

O presente trabalho apresenta os resultados de uma investigação sobre Os saberes elementares geométricos no ensino primário em Sergipe (1911-1930). Tal temática faz parte de um projeto maior intitulado A Constituição dos Saberes Elementares Matemáticos: A Aritmética, a Geometria e o Desenho no curso primário em perspectiva histórico-comparativa, 1890-1970. No caso de Sergipe o objetivo foi identificar as permanências e rupturas que podem ser lidas nas orientações oficiais sobre os saberes elementares geométricos em Sergipe, no período de 1911 a 1930. Para isso, optamos primeiro buscar informações sobre a história da educação matemática em Sergipe e identificamos trabalhos sobre a história da educação de Sergipe que nos permitiu compreender aspectos relacionados a organização do ensino; a alteração da estrutura das escolas; e do principal método adotado. Em seguida, examinamos a produção dos pesquisadores vinculados ao GHEMAT, grupo o qual o projeto maior faz parte. Para atingir o objetivo proposto, localizamos e examinamos fontes como Regulamentos da Instrução Primária, Decretos, Leis e Programas de ensino do período citado, também foi consultado como referência o Manual de Lições de Coisas de Calkins (1950). O exame das fontes encontradas nos permitiu constatar que o ensino primário sergipano passou a ser ministrado em grupos escolares e em escolas isoladas a partir de 1911. Identificamos que antes desse período houve mudanças significativas em relação as nomenclaturas das disciplinas do ensino primário, que fazem referências aos saberes elementares geométricos, como por exemplo, Geometria Prática e Desenho Linear (1890); Lições de Forma e Lições de Desenho Linear (1891) e Noções de Desenho Linear (1893). No Regulamento de 1911 apenas as disciplinas Desenho e Trabalhos Manuais remetem-se aos saberes elementares geométricos; em 1912 as disciplinas Desenho linear e Trabalhos Manuais; já em 1916 Desenho linear, noções de Geometria plana e Trabalhos Manuais; em 1924 Desenho, Trabalhos Manuais e Cartonagem, e por último em 1931, Desenho e Trabalhos Manuais. Sobre os recursos constatamos nas listas de mobília dos Regulamentos apenas as réguas e compassos, mas sem detalhes sobre seus usos. Em relação ao método para o ensino de Desenho e Trabalhos Manuais, o método recomendado era o intuitivo, buscando sempre a forma mais prática possível, partindo das realidades concretas à dedução. Identificamos também que o Regulamento de 1931 traz uma referência explicita a princípios da Escola Nova, através de uma orientação para o programa mínimo que dá liberdade e autonomia ao professor, dentro das linhas gerais do método intuitivo-analítico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1546518 - IVANETE BATISTA DOS SANTOS
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Externo à Instituição - MOYSES GONÇALVES SIQUEIRA FILHO
Notícia cadastrada em: 10/02/2015 18:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r15440-bf36319aa9