Notícias

Banca de DEFESA: REGINEIDE MENESES MELO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: REGINEIDE MENESES MELO
DATA: 27/03/2014
HORA: 09:00
LOCAL: AUDITÓRIO DA DIDÁTICA II - PISO SUPERIOR
TÍTULO: MEIO AMBIENTE: UM ESTUDO DAS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE PROFESSORES DE BIOLOGIA DOS CENTROS DE EXCELÊNCIA DE SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: Representação Social, Meio ambiente, Práticas docentes, Centros de Excelência
PÁGINAS: 85
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação
SUBÁREA: Tópicos Específicos de Educação
RESUMO:

O estudo das Representações Sociais de meio ambiente tem sido apontado como uma importante ferramenta para compreender como um sujeito ou um determinado grupo representa o meio ambiente e, no caso dos docentes, como essas Representações Sociais se relacionam com suas práticas pedagógicas referentes a esse tema. Nessa perspectiva a presente pesquisa de cunho qualitativo, analítico descritivo, tem por objetivo principal identificar as Representações Sociais de meio ambiente dos (as) professores (as) de Biologia dos Centros de Excelência de Sergipe, três deles localizados em Aracaju e um em Nossa Senhora da Glória. E ainda verificar se existe relação entre as Representações Sociais desses professores e o seu discurso sobre a sua prática pedagógica. O referencial teórico encontra aporte nas teorias de Serge Moscovici (1978) além de pensadores como Denise Jodelet (2005), Marcos Reigota (2007) e Mauro Guimarães (2007), dentre outros. Na metodologia, os instrumentos de coleta de dados foram o questionário e a entrevista semi-estruturada, as respostas dos sujeitos a respeito das Representações Sociais de meio ambiente foram categorizadas a partir das propostas antropocêntrica, naturalista e globalizante de Reigota (1995). Através das análises dos conteúdos obtidos nos questionários e nas entrevistas, ficou evidenciado que 62,5% dos professores estudados possuem uma representação globalizante de meio ambiente, enquanto 37,5% possuem representação naturalista e antropocêntrica. No que se refere às práticas docentes desenvolvidas, nota-se que estão concentradas na construção de projetos pedagógicos com temática ambiental. Os professores citaram ainda uma série de obstáculos que permeiam as práticas voltadas às questões ambientais, como a falta de material e a falta de interesse dos alunos. Constatou-se também que nem sempre as práticas pedagógicas se relacionam as representações que os professores possuem. Esses resultados revelam, que apesar de mais da metade dos professores apresentarem uma visão globalizante de meio ambiente, há ainda a necessidade de se construir desde a formação inicial uma concepção mais complexa, onde as interações que envolvem o meio ambiente estejam além da esfera ecológica, essa visão globalizante será repassada para os alunos em sala de aula, contribuindo para a formação de sujeitos que percebam-se como integrantes do meio ambiente, cujas ações podem interferir na qualidade desse meio.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - RAQUEL A. MARRA DA MADEIRA FREITAS
Interno - 396753 - SAMISIA MARIA FERNANDES MACHADO
Presidente - 1344550 - VELEIDA ANAHI DA SILVA
Notícia cadastrada em: 26/02/2014 10:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r15440-bf36319aa9