A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: CLAUDIA KATHYUSCIA BISPO DE JESUS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLAUDIA KATHYUSCIA BISPO DE JESUS
DATA: 04/03/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de aula do PPGS - Didática 2
TÍTULO: "O QUE NÓS QUER É OCUPAR TODOS OS ESPAÇOS": A participação sociopolítica do movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) em Conselhos Gestores
PALAVRAS-CHAVES: conselhos gestores; movimentos sociais; participação sociopolítica; processos identitários;
PÁGINAS: 136
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

Este trabalho se propôs a analisar a participação sociopolítica do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) em Conselhos Gestores do município de Nossa Senhora da Glória, isto é, examinar se essa prática correspondeu (ou não) a uma nova estratégia política do movimento, bem como uma redefinição identitária dos integrantes do movimento Sem Terra. Foram abordados como temas teóricos: movimentos sociais; participação; conselhos gestores. Ademais, fizemos uso da categoria analítica Campo político desenvolvido pelo Pierre Bourdieu, pois o mesmo teve fina relação com nosso aporte teórico- metodológico. O procedimento da pesquisa qualitativa através da observação direta, realização de entrevistas semi- estruturadas, pesquisa documental e também o levantamento de dados quantitativos possibilitou a construção do corpus empírico, em que podemos destacar alguns resultados: i) participação de militantes políticos em conselhos gestores; ii) concepção e formas de participação para o MST; iii) os dilemas do MST diante da participação em conselhos gestores. Portanto, conclui-se que a inserção participativa do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) em Conselhos Gestores significa uma redefinição identitária dos integrantes do movimento que por sua vez estão alterando a dinâmica interna tanto dos conselhos como, sobretudo, a do MST no que se refere a sua atuação política. E, por fim, essa participação sociopolítica do MST é uma tentativa de garantia da permanência e de melhores condições de vida nos assentamentos rurais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1494768 - MARCELO ALARIO ENNES
Interno - 1227719 - PAULO SERGIO DA COSTA NEVES
Externo ao Programa - 1101063 - THERESA CRISTINA ZAVARIS TANEZINI

Notícia cadastrada em: 13/02/2015 14:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - ema2.ema2 v3.5.16 -r17743-f9ff511828