A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: DAYANARA MENDONÇA SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DAYANARA MENDONÇA SANTOS
DATA: 10/06/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Google meet
TÍTULO: QUALIDADE HÍDRICA DO SUBMÉDIO E BAIXO RIO SÃO FRANCISCO.
PALAVRAS-CHAVES: Recursos Hídricos, Usos Do Solo, Conflitos Socioambientais, Bacia Hidrográfica.
PÁGINAS: 150
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A relação do homem com a natureza se estabeleceu sob a égide da simplificação e domínio dos elementos naturais, resultando em problemas ambientais complexos, as soluções possíveis demandam diálogos multidisciplinares para compreensão e estruturação de soluções sustentáveis. A dissertação objetivou compreender a dinâmica ambiental associada a qualidade da água e seus impactos na bacia hidrográfica do Rio São Francisco. Foram utilizados dis métodos de pesquisa, o hipotético-dedutivo de Popper (1975) e o método Complexo de Morin (1977) aplicado à análise de conflitos ambientais. O recorte espacial da pesquisa foi a região do submédio e baixo São Francisco. Para análise do uso e cobertura da terra se utilizou o software Qgis e dados do MapBiomas, já para qualidade da água, se obteve através da análise dos componentes principais (PCA). Já os conflitos foram analisados com fundamentação em Luhmann. Os resultados obtidos apontam que houve redução da floresta natural e das áreas não vegetadas e elevação dos demais usos entre os anos de 2016 e 2020, principalmente no submédio São Francisco. Obteve-se que, houve diferenças significativas entre 2016 e 2021 principalmente na região do baixo curso, o principal ponto fonte das variações está localizado no município de Piaçabuçu, seguido pelos posicionado em Canindé de São Francisco e Paulo Afonso-Ba, os elementos que apresentaram maior fonte de variação foi nitrato (N03) nitrogênio total (N), condutividade elétrica (CE) e Oxigênio Dissolvido (OD), com reduções significativas dentro do recorte temporal. Quanto aos conflitos, houve elevação na qualidade entre os anos de 2016 e 2020, com pico em 2019, sendo os estados de Sergipe e Alagoas os principais no ajuizamento de ações, tendo como atores sociais pescadores, estado e empresários, refletindo na demanda por integração no conhecimento produzido e definir os elementos necessários na tomada de decisão. Conclui-se com a pesquisa que, o submédio e baixo São Francisco sofre constantemente alterações nas dinâmicas de cobertura da terra, com aumento na produção agropecuária e aquícola, as alterações na qualidade da água nem sempre ocorrem no local de geração do dano, sendo o baixo curso o que sofre mais impactos das ações antrópicas e naturais, o que requer ações complexas e visão completa do ambiente analisado.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1834882 - ARIOVALDO ANTONIO TADEU LUCAS
Externo ao Programa - 1295924 - CARLOS ALEXANDRE BORGES GARCIA
Interno - 2579022 - GREGORIO GUIRADA FACCIOLI

Notícia cadastrada em: 07/06/2022 16:27
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r18160-36a7f68df5