A UFS preocupa-se com a sua privacidade

A UFS poderá coletar informações básicas sobre a(s) visita(s) realizada(s) para aprimorar a experiência de navegação dos visitantes deste site, segundo o que estabelece a Política de Privacidade de Dados Pessoais. Ao utilizar este site, você concorda com a coleta e tratamento de seus dados pessoais por meio de formulários e cookies.

Ciente
Notícias

Banca de DEFESA: DANILO SANTOS POSSERA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANILO SANTOS POSSERA
DATA: 28/06/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Remota via Google Meet
TÍTULO: ÍNDICE DE CAMINHABILIDADE NO ENTORNO DOS TERMINAIS DE INTEGRAÇÃO NA CIDADE DE ARACAJU
PALAVRAS-CHAVES: pedestre, mobilidade urbana, gestão, planejamento, calçada.
PÁGINAS: 193
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Nos últimos anos, é notória a tendência em se projetar vias para veículos automotores, o que levou à negligência na criação de rotas para pedestres. Em relação à Aracaju, o transporte público se faz exclusivamente através do sistema de ônibus, dessa forma, os terminais de integração, caracterizam-se por ser um ponto fundamental para o transporte público local e contribui para a concentração de pedestres que iniciam ou finalizam seus deslocamentos diários, muitas vezes, ao redor desses terminais, através da caminhada. Nesse sentido, o objetivo geral desta pesquisa foi gerar um índice de caminhabilidade no entorno de três terminais de integração na cidade de Aracaju. Quanto ao método de pesquisa adotado foi o descritivo, de natureza qualitativa-quantitativa. As áreas de estudo foram foi divididas em três regiões, e foram analisados os entornos dentro de um raio de 500m dos terminais de integração do município de Aracaju: Região 1 - entorno do Terminal Minervino Fontes, localizado na Zona Sul; Região 2 - entorno do Terminal Governador Luiz Garcia, localizado na Zona Centro de Aracaju e Região 3 - entorno do Terminal Maracaju, localizado na Zona Norte. Para a determinação do índice de caminhabilidade de Aracaju utilizou-se o método proposto pelo ITDP, em sua totalidade, através da ferramenta iCam 2.0. Como resultados encontrados, observou-se para o entorno do Terminal de Integração Minervino Fontes - Zona Sul, quanto às categorias, que duas apresentaram valores suficientes: mobilidade (1,96) e ambiente (1,88). Os valores foram insuficientes para as outras quatro categorias: calçada (0,87); atração (0,73); segurança viária (0,76) e segurança pública (0,65). O valor geral do iCam para o entorno do Terminal de Integração Minervino Fontes foi de 1,14, considerado suficiente. Já para área circunvizinha ao Terminal de Governador Luiz Garcia - Zona Centro, pôde-se observar que quanto às categorias, que duas apresentaram valor bom: mobilidade (2,19) e ambiente (2,14). Três categorias apresentaram valores suficientes, são elas: calçada (1,22), atração (1,44) e segurança pública (1,09). O valor foi insuficiente para a categoria segurança viária (0,86). O valor geral do iCam para o entorno do Terminal de Governador Luiz Garcia foi de 1,49 considerado suficiente. O último entorno avaliado foi do Terminal de Integração Governador Luiz Garcia - Zona Centro, no qual observou-se, quanto às categorias, que duas apresentaram valor bom: mobilidade (2,19) e ambiente (2,14). Três categorias apresentaram valores suficientes, são elas: calçada (1,22), atração (1,44) e segurança pública (1,09). O valor foi insuficiente para a categoria segurança viária (0,86). Por fim, o valor geral do iCam foi de 1,49 considerado suficiente para esse terminal. Assim, conclui-se que esta pesquisa utilizou procedimentos metodológicos e de coleta de dados eficientes que foram capazes de contemplar a avaliação do índice de caminhabilidade na cidade de Aracaju, que permitem a compreensão do efeito da qualidade da calçada na modalidade urbana, além de identificar as principais deficiências na infraestrutura desenvolvida para o pedestre e serve, portanto, como instrumento para orientação de futuros projetos ou políticas públicas e privadas que tenham como objetivo melhorar a caminhabilidade na cidade de Aracaju.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2273536 - LAURA JANE GOMES
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Interno - 3185055 - GICÉLIA MENDES DA SILVA
Externo ao Programa - 1694462 - ROZANA RIVAS DE ARAUJO
Externo à Instituição - PEDRIANNE BARBOSA DE SOUZA DANTAS

Notícia cadastrada em: 01/06/2021 15:22
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2022 - UFRN - dragao2.dragao2 v3.5.16 -r18154-6e174eae4e