Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: BRISA MARINA DA SILVA ANDRADE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRISA MARINA DA SILVA ANDRADE
DATA: 07/04/2021
HORA: 08:30
LOCAL: plataforma meet - prodema
TÍTULO: EFICIÊNCIAS TÉCNICA E ECONÔMICA NA PRODUÇÃO DE FORRAGEM DE MILHO VERDE EM SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: Forragicultura. Produtividade. Qualidade da forragem. Qualidade do solo.
PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A produção de milho tem ganhado destaque no Brasil ultrapassando o trigo e o arroz, suas principais concorrentes nesse setor. Dessa forma, tem deixado de ser uma cultura de subsistência para os pequenos produtores e tornado-se uma atividade comercial eficaz, principalmente quando destinada para a alimentação animal. No estado de Sergipe não é diferente, nos últimos anos a produção tem aumentado de forma significativa, porém, ao passo que aumenta a produção também enfrenta algumas barreiras que dificultam a eficiência da atividade, estando associado a perda da qualidade do solo pela não adoção de práticas conservacionistas e manejo inadequado do solo, carência de assistência técnica eficiente e tecnologias adequadas que promovam melhores rendimentos e qualidade dos produtos. Dessa forma, é relevante avaliar sistemas que apresentem maior eficiência de produção de baixo custo para fortalecer e aumentar a produtividade do milho no mercado, que seja viável, sustentável e que promova maior rentabilidade para o produtor garantindo o desenvolvimento socioeconômico do local e conservação da natureza. Dessa forma, o trabalho tem como objetivo geral avaliar as eficiências técnica e econômica na produção de forragem, como aproveitamento da exploração da produção de milho verde em espigas comerciais em Sergipe. A pesquisa é caracterizada como hipotético-dedutivo, do tipo exploratória e descritiva e a análise é de caráter quali-quantitativo. O estudo será conduzido no Campus Rural da Universidade Federal de Sergipe, em uma área composta por três faixas experimentais com sistemas de cultivo diferentes, utilização de quatro culturas antecedentes ao cultivo do milho e presença e ausência de inoculação no milho. Para isso, será realizada a análise química e microbiológica do solo para caracterização da sua fertilidade; análise bromatológica da forragem do milho verde para obtenção do seu valor nutritivo; determinação da absorção e exportação de nutrientes para a forragem; determinação da produtividade da forragem e a análise econômica da forragem nos três sistemas de cultivo, com quatro culturas antecedentes e inoculação. Com esse trabalho espera-se a identificação de qual tecnologia promove melhores níveis de qualidade do solo para a exploração da forragem de milho verde; identificação de qual tecnologia encontrada no Campus Rural é mais eficiente para a produção de forragem de milho verde de qualidade; verificação de qual tecnologia é mais viável economicamente para o produtor cultivar a forragem de milho verde e; produção de artigos científicos de qualidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1316620 - ALCEU PEDROTTI
Externo ao Programa - 3159407 - ANA PAULA SCHERVINSKI VILLWOCK
Externo ao Programa - 1684100 - JAILSON LARA FAGUNDES
Interno - 2178474 - ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 05/04/2021 14:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2021 - UFRN - bigua3.bigua3 v3.5.16 -r15440-bf36319aa9