Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JONATAS RIBEIRO MARQUES BARBOSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JONATAS RIBEIRO MARQUES BARBOSA
DATA: 07/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: RESSIGNIFICANDO O OLHAR SOCIOAMBIENTAL: O TERRITÓRIO DA GRANDE ARACAJU - SERGIPE NO CONTEXTO DA AGRICULTURA URBANA E PERIURBANA
PALAVRAS-CHAVES: Meio Ambiente; Espaço Urbano; Alimento; Relação Sociedade/Natureza.
PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A complexidade socioambiental exige das ciências ambientais uma postura que tenteromper os processos de separação estrategicamente estabelecido na relaçãosociedade/natureza. Tem-se em vista na modernidade uma crescente tentativa dehomogeneização dos espaços e das pessoas. Esse processo está intimamente ligado aosanseios do modo de organização socioambiental hegemônico em curso na sociedade,como também ao acelerado fenômeno da globalização. No entanto, paralelo a essesistema existem formas de organizações socioambientais com uma identidade culturalprópria que lutam pela manutenção da vida e pelo equilíbrio na relação do homem com omeio. Dentro deste contexto paradigmático, encontra-se no cenário global, regional elocal a Agricultura Urbana e Periurbana (AUP) que com a sua multifuncionalidade edimensionalidade na produção, beneficiamento e comercialização de alimentos no espaçointra/periurbano apresenta-se como uma possível resposta aos problemas socioambientaisoriundos do modo de produção vigente. Dessa forma, a presente investigação objetivacompreender o papel e a importância socioambiental exercido pelos sujeitos daAgricultura Urbana e Periurbana (AUP) num cenário marcado pelo o ocultamento e asausências de dados acerca de quem são os sujeitos que produzem a AUP e onde e comose desenvolvem essa produção dentro do Território da Grande Aracaju – Sergipe.Analisando se esta modalidade de produção de alimentos no território é concebida pelossujeitos sociais como uma filosofia de vida, um modo de ser/estar/viver a/na cidade,buscando-se entender como esta atividade pode contribuir para a
manutenção/conservação da sociobiodiversidade. Metodologicamente este estudo baseia-se no roteiro de investigação de Santos (2018) em consonância com o levantamento e
discussão teórica. Este trabalho tem uma natureza aplicada com levantamento e discussãoteórica acerca de temáticas pertinentes para a pesquisa tais como a cidade, a relaçãosocioambiental, a AUP, o desenvolvimento e meio ambiente, o espaço geográfico e aglobalização. Tem uma abordagem qualitativa/quantitativa com a coleta de dadosprimários através da aplicação de entrevistas, formulários e o levantamento de dadossecundários no IBGE, SEPLAG e EMDAGRO. Faz-se uso do geoprocessamento paraespacialização e confecção cartográficas de produtos técnicos que possam contribuir parao alcance e visibilidade dos sujeitos sociais da pesquisa e de sua produção. Logo, o estudoem tela apresenta-se importante em virtude da necessidade de criar mecanismos devisibilidade dos sujeitos dessa modalidade de produção de alimentos, bem como pelaindispensabilidade de contribuir para potencializar os processos de produção da AUP noterritório. Sendo assim, a AUP no território em análise apresenta-se como um caminhopossível de ressignificação da relação homem/natureza e do alimento.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CELSO DONIZETE LOCATEL
Externo à Instituição - JULIANA ARRUDA
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Presidente - 1190318 - NUBIA DIAS DOS SANTOS
Notícia cadastrada em: 06/02/2020 16:08
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r13123-abfc75de94