Notícias

Banca de DEFESA: JOHN KENNEDY AZEVEDO SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOHN KENNEDY AZEVEDO SOUZA
DATA: 29/05/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Miniauditório do DED
TÍTULO: Os sentidos da formação nas Políticas de Currículo em Gestão Ambiental
PALAVRAS-CHAVES: Gestor Ambiental. Ciências Ambientais. Formação Profissional. Políticas de Currículo
PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Os sentidos da formação nas políticas de currículo em gestão ambiental é o objeto dessa pesquisa. Trata-se da análise dos sentidos enunciados, ditos e não ditos, a respeito da formação profissional em nível de graduação tecnológica em Gestão Ambiental no Estado de Sergipe. A análise da pesquisa concentrou-se no projeto pedagógico de curso da Universidade Estácio de Sá (UNESA/SE). A metodologia adotada englobou a pesquisa documental de base analítica e a hermenêutica objetiva de Ulrich Övermann. Os procedimentos de análise da pesquisa documental concentraram-se me torno do contexto de origem da oferta do curso, natureza do texto, conceitos-chaves e lógica interna do texto contido no projeto pedagógico do curso. As categorias de análise foram definidas a partir de unidades de registro e unidades de contexto, considerando o dito e o não-dito a respeito dos sentidos atribuídos à formação profissional em gestão ambiental nos documentos analisados. Os resultados obtidos apontam para três diferentes sentidos da formação profissional do gestor ambiental: (a) sentidos de formação (voltados à descrição da profissão); (b) sentidos na formação (voltados à prescrição durante a formação); (c) sentidos para a formação (voltados à regulação da profissão, pós-formação inicial). Concluiu-se que os sentidos da formação em gestão ambiental: (1) são constituídos de conhecimentos teóricos (o que saber: teorias, autores e conceitos) que exigem contextualização em decorrência ao domínio e atualização epistemológica (observância às origens e desenvolvimento de produtos, instrumentos e processos pertencentes à determinada área de conhecimento ou ramo de saber); (2) concentram-se na aquisição de competências técnicas (o que desenvolver: habilidades centrais exigidas) destacando-se pela explícita convergência ao mercado, competitividade e controle sobre os produtos intelectuais da área (pareceres, relatórios, modelos, etc.); (3) modelam o agir profissional (como fazer: técnicas e instrumentos de trabalho) com base em sistemático controle sobre os processos e produtos do trabalho; (4) possuem dimensão descritiva, prescritiva e regulatória de modo a, respectivamente, (i) produzir efeitos demonstrativos da profissão (durante a formação), quando põe em circuito elementos de juízo de valor a respeito da formação (e durante a formação) tendo em vista o controle da profissão (e sobre a profissão); (ii) produzir efeitos contíguos, quando aproxima formação e profissão; (iii) produzir efeitos de efeitos de controle sobre a profissão diante e após a formação.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2625648 - ANTONIO VITAL MENEZES DE SOUZA
Interno - 145.895.738-14 - ANDRÉA FREIRE DE CARVALHO
Externo ao Programa - 1575568 - JOSE MARIO ALELUIA OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 23/05/2019 09:23
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata3.fragata3 v3.5.16 -r10668-754907a47