Notícias

Banca de DEFESA: SHEILA SANTOS FREITAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SHEILA SANTOS FREITAS
DATA: 26/02/2019
HORA: 09:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: AGROECOLOGIA: PERSPECTIVAS E DESAFIOS EM ORGANIZAÇÕES COOPERATIVAS
PALAVRAS-CHAVES: Agroecologia. Economia Solidária. Cooperativismo. Organização Social.
PÁGINAS: 108
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

O manejo agroecológico é uma estratégia que valoriza o conhecimento do agricultor familiar, as tecnologias sociais e os redesenhos de agricultura em defesa do ambiente mais equilibrado e sustentável, envolvendo as relações socioambientais de produção e de comercialização por meio, principalmente, dos Empreendimentos de Economia Solidária (EES) presentes em todo território brasileiro. As experiências agroecológicas têm demonstrado importantes avanços a partir de construções de grupos de produção e comercialização de alimentos mais saudáveis. Contudo, dificuldades no fortalecimento da criação de redes de produção, comercialização e consumo solidário ainda persistem. Esta pesquisa teve como objetivo geral analisar os desafios e possibilidades da produção e comercialização de base agroecológica a partir da investigação de práticas de EES. O método de pequisa bibliográfico abordou sobre as políticas públicas voltadas ao setor primário da economia; a mudança de paradigma que incorpora a agroecologia no campo de produção científica; e a conjuntura histórico-social do cooperativismo. A metodologia da pesquisa é de natureza qualitativa, envolvendo a observação participante por intermédio da pesquisa-ação e da aplicação de entrevista semiestruturada aos cooperados, cuja análise envolveu o método compreensivo. Os resultados da pesquisa permitiram evidenciar que entre os desafios e possibilidades, destacam-se: a ampliação dos espaços de diálogo conquistados entre as organizações da sociedade civil e o poder público para manutenção das políticas públicas voltadas para a agricultura familiar e produção de base agroecológica; a propagação do conhecimento agroecológico por meio de intercâmbios e pesquisas, como forma de mitigar os impactos provocados pela agricultura convencional; o resgate de valores originários do cooperativismo estimulando o empoderamento dos cooperados na dinâmica autogestionária das cooperativas; e o apoio de políticas públicas que promovam a transição agroecológica, bem como o aperfeiçoamento dos processos de beneficiamento, logística e comercialização nos empreendimentos cooperativos do Estado de Sergipe.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 7426707 - GLAUCIA BARRETTO GONCALVES
Externo ao Programa - 1352266 - LAUDICEIA NORMANDO DE SOUZA
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Presidente - 644.397.985-00 - RONISE NASCIMENTO DE ALMEIDA
Notícia cadastrada em: 30/01/2019 09:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r12838-31cfbbda77