Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCAS CELESTINO DE ANDRADE JÚNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCAS CELESTINO DE ANDRADE JÚNIOR
DATA: 30/01/2019
HORA: 14:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: “A EFICIÊNCIA DA CADEIA PRODUTIVA NA EXPLORAÇÃO DO MILHO EM SERGIPE”
PALAVRAS-CHAVES: Milho (Zea mays), Cadeia Produtiva, Eficiência, Sustentabilidade
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

O crescimento populacional, além da exigência dos mercados laçam de certa maneira uma pressão sobre o sistema de produção agrícola mundial, que por sua vez busca através da melhoria da produtividade atender a esta demanda. Com uma produção recorde ano após ano o Brasil se destaca no cenário atual na produção de diversos cultivares, aqui a presente pesquisa objetivará sobre a cultura do milho. A monocultura contribui para reducionismo dos agroecossistemas e impactos ambientais: poluição da água, do solo em virtude ao intenso uso de agrotóxicos e fertilizantes além da perda da biodiversidade. No município de Carira – SE, a monocultura do milho possui grande destaque nas práticas agrícolas dos produtores locais. O avanço das áreas cultivadas com o milho ocorreu acompanhado da inserção da tecnologia no campo, a exemplo das sementes transgênicas e do uso do maquinário. Assim o presente estudo científico visa identificar, caracterizar e analisará a eficiência da cadeia produtiva do milho em Carira SE, identificando-se seus aspectos potenciais e limitantes, além de relacionar os aspectos técnicos, econômicos e sociais envolvidos na exploração do milho. Para tanto será necessário analisar as relações entre os elos da cadeia produtiva, avaliar a eficiência técnica da exploração do milho, avaliar os aspectos econômicos e sociais da exploração do milho e identificar os aspectos limitantes e potenciais da exploração do milho em Sergipe. A metodologia desenvolver-se-á com referências bibliográficas, pesquisa de campo com observação descritiva e entrevistas estruturadas ou padronizadas, com os atores de cada elo da cadeia produtiva. Os resultados esperados são: o reconhecimento das relações entre os elos da cadeia produtiva do milho, a quantificação da eficiência de cada elo dessa cadeia. Será reconhecido também a confiabilidade em termos técnicos e ambientais dos sistemas que compõem o processo de exploração do milho evidenciando assim a eficiência técnica e o nível de sustentabilidade de cada sistema.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1316620 - ALCEU PEDROTTI
Externo ao Programa - 3742946 - FABIO RODRIGUES DE MOURA
Externo ao Programa - 1201910 - FRANCISCO SANDRO RODRIGUES HOLANDA
Notícia cadastrada em: 21/01/2019 15:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10787-147c949b3