Notícias

Banca de DEFESA: ANDREA LUCIANA DE ARAGÃO RIBEIRO SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDREA LUCIANA DE ARAGÃO RIBEIRO SILVA
DATA: 31/08/2018
HORA: 09:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE: CONTRIBUIÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS PARA A CONSERVAÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO.
PALAVRAS-CHAVES: Educação. Percepção ambiental. Sustentabilidade.
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Assim como os demais recursos naturais, o rio São Francisco evidencia os impactos causados pela ação antrópica, principalmente no que diz respeito ao desmatamento da vegetação ciliar, lançamento de esgotos e redução da vazão, fatores estes que interferem na vida das espécies aquáticas e da população ribeirinha. O baixo São Francisco é a região que mais reflete a situação de degradação, necessitando de urgentes e específicos cuidados, antes que a sua capacidade de resiliência seja comprometida. A sensibilização das comunidades é apontada como alternativa para a conservação deste recurso hídrico, no qual a educação desempenha importante papel na conservação do rio, que poderá ser alcançada por meio da adoção de ações educativas com viés sustentável. Assim esta pesquisa tem como objetivo analisar as contribuições das ações educativas e a percepção ambiental da comunidade escolar nos campi Penedo e Piranhas (AL) do Instituto Federal de Alagoas - IFAL, com foco na conservação do rio São Francisco. Utilizar-se-á do método comparativo de casos, conduzidos de forma exploratória e descritiva e abordagem qualiquantitativa, com base em uma perspectiva interdisciplinar. A coleta de dados deu-se por meio da análise documental e entrevistas semiestruturadas aplicadas diretamente a comunidade escolar e analisada utilizando o método da Análise do Discurso do Sujeito, por meio do software DSCsoft. O resultado da pesquisa aponta para ações educativas promovidas pelos campi ribeirinhos das localidades de Penedo e Piranhas, ambas situadas às margens alagoanas do Baixo São Francisco, sejam elas de pesquisa ou extensão, ou por meio de campanhas e similares, são incipientes no intento de sensibilizar a comunidade escolar para com conservação do rio São Francisco, e, por conseguinte, para a promoção de mudança de atitude dos indivíduos que com ele mantém relações de interdependência, sendo necessária a adoção de novas metodologias didáticas ou readequação das metodologias já utilizadas, para que o um dos objetivos estratégicos do Plano de Desenvolvimento Institucional seja de fato cumprido


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DÉBORA EVANGELISTA REIS OLIVEIRA
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Presidente - 644.397.985-00 - RONISE NASCIMENTO DE ALMEIDA
Notícia cadastrada em: 14/08/2018 17:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r12838-31cfbbda77