Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JULIANA OLIVEIRA BARRETO SILVA ARAUJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JULIANA OLIVEIRA BARRETO SILVA ARAUJO
DATA: 26/02/2018
HORA: 16:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: ANÁLISE DOS IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS URBANOS DA GRANDE ARACAJU NAS MORTES VIOLENTAS DE ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI ENTRE 2009-2015
PALAVRAS-CHAVES: Adolescente em conflito com a lei. Urbanização desordenada. Morte violenta.
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

O Brasil passou por um processo de urbanização desenfreado, tendo seu ápice na década de 1960. A expansão ocorreu de forma rápida e desordenada, gerando,assim, vários problemas sociais e ambientais, não havendo o planejamento da infraestrutura e disponibilização de serviços públicos básicos adequados, . O presente estudo objetiva analisar a relação dos impactos socioambientais urbanos e mortes violentas de adolescentes em conflito com a lei na grande Aracaju, no período de 2009 a 2015. Têm-se como objetivos específicos: 1. Definir o perfil dos adolescentes em conflito com a lei, no período de 2009 a 2015; 2. Identificar os adolescentes em conflito com a lei que sofreram mortes violentas até 2018; 3. Pontuar os bairros de nascimento e de mortes violentas desses adolescentes; 4. Identificar os impactos socioambientais na grande Aracaju desses bairros; 5. Geoprocessar e georeferenciar essas mortes violentas, que incluem mortes por conflitos armados, suicidios e acidentes de trânsito. A grande Aracaju é constituída pelos municípios de São Cristóvão, Nossa Senhora do Socorro, Aracaju e Barra dos Coqueiros. O estado de Sergipe atualmente possui índice de violência alto ganhando destaque como um dos estados mais violentos do Brasil. A pesquisa será quali-quantitativa com abordagem correlacional, tendo como variáveis o ambiente físico e as mortes violentas e o método de abordagem será o multimétodos. A pesquisa foi dividida em três fases: A primeira, fase preparatória, na qual será realizado o levantamento bibliográfico, o contato com as instituições e a construção dos instrumentos de coleta de dados. Na segunda fase, realizar-se-á a transformação dos dados primaries, do Sistema de Segurança Pública do Estado de Sergipe, em secundários, a observação da estrutura urbana do local do nascimento e a morte violenta de adolescentes em conflito com a lei. Na terceira fase, será realizado o georreferenciamento para a construção dos mapas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 3185055 - GICÉLIA MENDES DA SILVA
Externo ao Programa - 1519365 - MARCO ANTONIO JORGE
Presidente - 1545169 - ZENITH NARA COSTA DELABRIDA
Notícia cadastrada em: 26/02/2018 14:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata4.fragata4 v3.5.16 -r12712-85cc87cea5