Notícias

Banca de DEFESA: VALÉRIA CRISTINA EVANGELISTA DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VALÉRIA CRISTINA EVANGELISTA DOS SANTOS
DATA: 28/02/2018
HORA: 15:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: POTENCIALIDADE GEOTURÍSTICA DO PARQUE NACIONAL SERRA DE ITABAIANA NO ESTADO DE SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: PARNASI. Geoturismo. Patrimônio Geológico. Geoconservação. Turismo Sustentável.
PÁGINAS: 140
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

O Parque Nacional Serra de Itabaiana (PARNASI) possui uma vasta geodiversidade, como afloramentos rochosos, grutas, cavernas, cachoeiras, dentre outros e também recursos culturais associados ao seu patrimônio geológico (histórias, lendas e manifestações religiosas, envolvendo a Serra de Itabaiana e alguns pontos de visitação). Esta geodiversidade demonstra o grande potencial para a prática do Geoturismo no PARNASI, modalidade turística que utiliza os aspectos geológicos e geomorfológicos para apreciação e compreensão desses elementos. O geoturismo surge para complementar o ecoturismo na caracterização do patrimônio natural, pois o mesmo omite os aspectos abióticos da paisagem natural, além de servir como uma alternativa para a valorização do meio natural abiótico, sendo utilizado como tática para o desenvolvimento socioeconômico e sustentável em algumas regiões, através da geoconservação (conservação do patrimônio geológico). Com isso, esta pesquisa teve como objetivo principal identificar a geodiversidade com potencial geoturístico no PARNASI, através da caracterização dos aspectos geológicos e culturais envolvidos no âmbito do Parque para a contextualização dos roteiros geoturísticos, através da elaboração de mapas, perfis geológicos e desses roteiros informativos. A abordagem da pesquisa é de caráter qualitativo, com natureza descritiva, onde foram utilizadas como metodologia para sua execução o levantamento bibliográfico; o planejamento das missões de campo, para a coleta dos dados na área de estudo, com elaboração de mapas preliminares (geológicos, geomorfológicos e topográficos) para o reconhecimento da área durante os campos; a utilização da inventariação, como um pontapé inicial das estratégias para a geoconservação, com a inventariação do geopatrimônio contido no PARNASI; marcação de trilhas, através de pontos georreferenciados por receptor GPS Garmin (GPSmap 62sc), com projeção UTM e datum SIRGAS 2000; registro fotográfico, para visualização da beleza cênica proporcionada pelo patrimônio geológico. Como resultados, foram descritos e associados em seus aspectos geológicos/geomorfológicos, científicos/didáticos, culturais e turísticos, algumas trilhas e os pontos geoturísticos para visitação do Poço das Moças, Gruta da Serra, Salão dos Negros, Via Sacra e Rio das Pedras, para o desenvolvimento da prática do geoturismo no PARNASI. Além disso, são discutidas a importância e a necessidade da inserção da população dos povoados que circundam o PARNASI na execução da atividade geoturística, em seus aspectos econômicos e para a geo(cultural)conservação. Com isso, a utilização do geoturismo no PARNASI pode complementar as políticas voltadas a prática do turismo sustentável, contidas no Plano de Manejo do Parque Nacional Serra de Itabaiana e assim, serem aplicadas ao mesmo. Afinal, o geoturismo como uma nova ferramenta de sustentabilidade ambiental, irá melhorar a qualidade de vida da população da região e o tempo de permanência qualitativa da paisagem natural abiótica, base de sustentação da vida e da história de um povo e seus valores, contida no Parque, superando assim alguns dos problemas sociais, econômicos e ambientais da região.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2019392 - ADRIANE MACHADO
Presidente - 1141161 - DANIELA PINHEIRO BITENCURTI RUIZ ESPARZA
Interno - 018.338.485-78 - HELOÍSA THAÍS RODRIGUES DE SOUZA
Externo à Instituição - IVANA SILVA SOBRAL
Externo ao Programa - 1772685 - PAULO SERGIO DE REZENDE NASCIMENTO
Notícia cadastrada em: 16/02/2018 21:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r12712-85cc87cea5