Notícias

Banca de DEFESA: JOSÉ WALDSON COSTA DE ANDRADE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ WALDSON COSTA DE ANDRADE
DATA: 27/02/2018
HORA: 15:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE UM ÍNDICE PARA A AVALIAÇÃO DA CICLABILIDADE NA CIDADE DE ARACAJU
PALAVRAS-CHAVES: indicadores, mobilidade urbana, planejamento, cidades sustentáveis.
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Os desafios da mobilidade urbana exigem uma nova forma de pensar e gerir os
deslocamentos de pessoas e mercadorias nas cidades brasileiras. A uso da bicicleta
como transporte configura-se como uma ferramenta importante para a sustentabilidade
urbana e propicia uma melhor relação entre o cidadão e os espaços urbanos. A
motivação para realização deste estudo se dá pelo estabelecimento de um Índice de
Ciclabilidade com o uso de Indicadores Socioambientais. A ciclabilidade busca
estabelecer instrumentos de análise sobre a aceitação da bicicleta na cidade como um
transporte eficiente e o quanto ela pode e deve ser vista de forma positiva pela
sociedade e pela gestão pública. Para isso, o objetivo geral desta pesquisa foi
estabelecer um índice de ciclabilidade na cidade de Aracaju com foco no uso da
bicicleta como meio de transporte, além de objetivos específicos que buscou identificar
fragilidades e potencialidades da mobilidade urbana por bicicleta; Analisar, com o uso
de indicadores socioambientais, as condições técnicas, institucionais, ambientais,
estruturais, políticas e culturais do uso da bicicleta e apresentar possíveis alternativas de
ação e políticas públicas para a melhoria deste modal. A metodologia utilizada parte da
seleção de 5 categorias com 13 indicadores, que por meio da coleta de dados em 4 áreas
de pesquisa apresentam resultados compatíveis com o objetivo da pesquisa. Constatou-
se que o Índice de Ciclabilidade de Aracaju possui uma pontuação de 1,31. Pontuação
considerada crítica, isto é, nas ciclovias analisadas na cidade de Aracaju, pode-se
afirmar que as condições para o uso da bicicleta são ruins. Portanto, julga-se necessário
a realização de ações a curto prazo. Conclui-se que é urgente a proposição intervenções
na esfera da gestão pública e de governança capazes de planejar e executar melhorias
nas estruturas cicloviárias referente aos aspectos ambientais, de infraestrutura física,
sinalização e de segurança pública e viária.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 426626 - HELIO MARIO DE ARAUJO
Presidente - 2273536 - LAURA JANE GOMES
Externo à Instituição - LICIO VALERIO LIMA VIEIRA
Notícia cadastrada em: 06/02/2018 12:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10668-754907a47