Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: IGOR AZEVEDO SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IGOR AZEVEDO SOUZA
DATA: 23/02/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA)
TÍTULO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PARQUE NACIONAL SERRA DE ITABAIANA: UMA ABORDAGEM DAS COMUNIDADES DO SEU ENTORNO TENDO EM VISTA OS ALVOS DE CONSERVAÇÃO ESTABELECIDOS EM SEU PLANO DE MANEJO
PALAVRAS-CHAVES: Estratégias. Alvos de Conservação. Plano de Educação Ambiental.
PÁGINAS: 32
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A Educação Ambiental (EA), dentro do processo de gestão de Unidades de Conservação (UCs) deve envolver todos os segmentos as comunidades que vivem no seu entorno, promovendo uma participação efetiva relacionada a sua conservação. O objetivo geral do estudo será desenvolver um Plano de Educação Ambiental junto aos povoados do entorno do Parque Nacional Serra de Itabaiana. E os objetivos específicos serão levantar as atitudes dos povoados em relação ao Parque Nacional da Serra de Itabaiana, seus alvos de conservação e suas ameaças; e desenvolver estratégias e ações de Educação Ambiental nos povoados do entorno do Parque Nacional Serra de Itabaiana, voltadas para os alvos de conservação e suas ameaças. O PARNASI é uma Unidade de Conservação Federal de proteção integral e está inserido no agreste do estado de Sergipe, zona de transição entre os Biomas Mata Atlântica e Caatinga. Para identificar e avaliar as atitudes referentes ao PARNASI e seus alvos de conservação, será utilizada uma metodologia para padronização dos estudos de atitudes em comunidades adjacentes às Unidades de Conservação de proteção integral no Brasil, que consiste na aplicação de questionários. Os dados serão analisados pela Escala de Likert, desenvolvida para ser aplicada com cinco níveis de satisfação (discordo totalmente; discordo parcialmente; não concordo nem discordo; concordo parcialmente; concordo totalmente), cuja pontuação pode variar a critério do pesquisador. E para desenvolver estratégias e ações de Educação Ambiental nos povoados do entorno do Parque Nacional Serra de Itabaiana, voltadas para os alvos de conservação e suas ameaças, será utilizada a metodologia “Padrões Abertos para a Prática de Conservação”, que dividem-se em um ciclo de cinco etapas os quais abrangem um processo de gestão adaptativa que permite identificar o quanto as ações estão sendo efetivas e quais ajustes serão necessários adaptar para alcançar seus objetivos e metas de forma mais eficiente. A análise dos dados será feita pelo software de gestão adaptativa Miradi. Espera-se obter resultados que possam atender aos objetivos iniciais da pesquisa, podendo assim, através do desenvolvimento de estratégias e ações de Educação Ambiental, diminuir as ameaças sobre os alvos de conservação do Parque Nacional da Serra de Itabaiana e desenvolver nos povoados uma maior responsabilidade socioambiental que contribua para sua conservação, auxiliando na gestão do Parque, através da elaboração de um Plano de Educação, podendo servir com um modelo para ações do futuro conselho do parque.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 266.728.008-32 - DANIELA TEODORO SAMPAIO
Interno - 2273536 - LAURA JANE GOMES
Interno - 3185055 - GICÉLIA MENDES DA SILVA
Interno - 2082011 - CAE RODRIGUES
Externo à Instituição - FREDERICO MACHADO TEIXEIRA
Notícia cadastrada em: 06/02/2018 10:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata4.fragata4 v3.5.16 -r12646-2c874e3307