Notícias

Banca de DEFESA: CARLOS MIRANDA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLOS MIRANDA DA SILVA
DATA: 29/02/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente
TÍTULO: ESTRATÉGIAS PARA IMPLEMENTAÇÃO DE GOVERNANÇA AMBIENTAL NA UNIDADE DE CONSERVAÇÃO ESTADUAL REFÚGIO DE VIDA SILVESTRE MATA DO JUNCO, SERGIPE
PALAVRAS-CHAVES: Unidades de conservação. Conselho gestor. Sisuc. Gestão adaptativa. Representações sociais
PÁGINAS: 183
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A conservação da biodiversidade está diretamente ligada à manutenção dos recursos naturais e às estratégias de proteção desses bens naturais. Dentre esses mecanismos de proteção da biodiversidade encontram-se as Unidades de Conservação (UCs). Entretanto, somente a implementação dessas áreas não garante sua manutenção, faz-se necessário a participação efetiva e representativa dos atores sociais que estão inseridos em sua gestão, isto é, o seu conselho gestor, tendo em vista os propósitos que subsidiaram a criação de tais áreas protegidas. O Refúgio de Vida Silvestre Mata do Junco (RVSMJ) é uma UC administrada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Sergipe (SEMARH/SE), localizada no município de Capela, estado de Sergipe, com os objetivos de proteger as nascentes, a vegetação, e para abrigar espécies da fauna, entre elas o Callicebus coimbrai (macaco-guigó). Oestudo foi desenvolvido em dois capítulos. O primeiro teve como objetivo avaliar o monitoramento estratégico das ações apontadas pelo Sistema de Indicadores Socioambientais para Unidades de Conservação (SISUC) através de seu conselho consultivo,visando contribuir para gestão adaptativa do RVSMJ e; o segundo, utilizando-se da Teoria das Representações Sociais (TRS), de Serge Moscovici, compreender a representação social que o conselho possuía sobre esta unidade de conservação e sobre sua própria gestão, avaliandoessa representação social antes e após a aplicação do SISUC. A ferramenta metodológica do SISUC foi realizada em oito passos numa oficina na sede do RVSMJ onde os 10 conselheiros que participaram nos foram os aplicadores desta ferramenta.E para o estudo das representações sociais foram utilizadas entrevistas semiestruturadas e associação livre de palavras com 31 conselheiros, e numa outra etapa após a oficina do SISUC foram entrevistados os 10 conselheiros que participaram desta por meio da associação livre de palavras. Assim, com o uso do SISUC foram apontados dois indicadores em situação Alarmante e dois em situação Insatisfatória, dos quais se desdobraram em seis ações propostas e executadas pelos conselheiros a fim de que estes indicadores pudessem ser monitorados e melhorados, sendo que, das seis ações quatro foram realizadas e duas não foram realizadas. Por sua vez, em relação à representação que os conselheiros possuem sobre RVSMJ e sobre sua gestão foi possível constatar que para o RVSMJ o núcleo dessa representação está voltada à sua preservação tanto antes quanto depois da oficina do SISUC, enquanto que para a gestão do RVSMJ obteve-se que o núcleo central dessa representação,o qual antes da oficina consistia no compromisso e responsabilidade,após esta oficina o seu núcleo central ficou apenas com responsabilidade para com a UC em questão. Quanto ao processamento das entrevistas em profundidade foi possível observar uma similaridade entre as questões relacionadas à associação livre de palavras no quesito RVSMJ, onde ambas analises mostraram que a preservação desta UC esta consolidada no entendimento dos conselheiros. Além disso, através das entrevistas em profundidades foram obtidos outros resultados semelhantes à associação livre de palavras. Desta forma, pode-se considerar a ferramenta metodológica do SISUC serviu para auxiliar a gestão adaptativa do RVSMJ, assim como a representação social que os conselheiros possuem sobre a UC em questão fomentam a participação destes em sua gestão.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1674029 - ACACIO ALEXANDRE PAGAN
Presidente - 266.728.008-32 - DANIELA TEODORO SAMPAIO
Externo à Instituição - FREDERICO MACHADO TEIXEIRA
Interno - 2273536 - LAURA JANE GOMES
Notícia cadastrada em: 25/02/2016 16:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r13123-abfc75de94