Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ELIANE FREITAS COUTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELIANE FREITAS COUTO
DATA: 29/01/2016
HORA: 14:00
LOCAL: SALA 2 - PRODEMA
TÍTULO: Análise da cadeia produtiva de materiais recicláveis em Aracaju/SE
PALAVRAS-CHAVES: Resíduos, Materiais Recicláveis, Comercialização, Políticas Públicas
PÁGINAS: 57
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Com o avanço tecnológico e o crescimento populacional nas últimas décadas, ampliou-se o consumo para suprir as necessidades da sociedade contemporânea, e como consequência a ascensão na geração de resíduos sólidos. Assim, os problemas ambientais decorrentes do acúmulo de resíduos sólidos, começaram a surgir em ritmo acelerado. Desse modo, a preocupação ambientalmente sustentável dos resíduos sólidos, ocasionou debates sobre a proteção ambiental a nível mundial, surgindo legislações para o manejo adequado dos resíduos sólidos, como por exemplo, a coleta seletiva e a reciclagem em todas as esferas governamentais e da sociedade civil. O trabalho exercido pelos catadores de materiais recicláveis autônomos ou associados em cooperativas e associações, além de minimizar os impactos ambientais, representa um elo importante na cadeia produtiva da reciclagem que envolvem diversas etapas, começando pelos catadores que estão na base piramidal , perpassando pelas cooperativas, associações, sucateiros e finaliza com a empresa recicladora que se mantém no topo dessa cadeia, pois detém meios e condições para a destinação final desses materiais, que voltam para o mercado após o processo de reciclagem. A pesquisa será realizada em Aracaju/SE, e terá como objetivo geral analisar a cadeia produtiva de materiais recicláveis considerando os atores sociais envolvidos Trata-se de uma pesquisa exploratória, descritiva com investigação empírica, abordagem qualitativa e quantitativa. Nessa pesquisa será considerada a produção de materiais recicláveis coletado pelos catadores associados e autônomos e a comercialização que envolve as cooperativas, associações, os sucateiros e empresas de reciclagem no âmbito local. Como resultado preliminar da pesquisa com o representante do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis- MNCR, verificou-se que o movimento tem atuação em todas as cooperativas de materiais recicláveis de Aracaju, no tocante ao empenho do movimento pelos direitos socioeconômicos dos catadores. Identificou-se que as cooperativas se organizam para comercializar os materiais recicláveis pelo mesmo valor aos sucateiros. Todavia ainda não conseguiram a comercialização direta com as empresas recicladoras, percebe-se aqui que a cadeia produtiva começa com os catadores cooperados ao separarem os materiais recicláveis, logo após são vendidos aos sucateiros que ofertam o melhor preço pelos materiais, em sequência os sucateiros vendem para a empresas recicladoras que detém a maior lucratividade na cadeia. Espera-se ainda que os resultados dessa pesquisa possam contribuir para direcionar ações de âmbito governamentais no que se refere às políticas públicas em benefícios socioeconômicos para os catadores de materiais recicláveis para a garantia dos direitos dos atores sociais de materiais recicláveis envolvidos na pesquisa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1362555 - MARIA DO SOCORRO FERREIRA DA SILVA
Interno - 1834882 - ARIOVALDO ANTONIO TADEU LUCAS
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Externo ao Programa - 982973 - GENESIO JOSE DOS SANTOS
Notícia cadastrada em: 15/01/2016 09:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10840-e5b57c044