Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: TALITHA SILVA CAVALCANTE BEZERRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TALITHA SILVA CAVALCANTE BEZERRA
DATA: 22/01/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Sala PRODEMA
TÍTULO: AVALIAÇÃO DAS GRANJAS AVÍCOLAS DE CORTE DE SERGIPE DE ACORDO COM AS NORMAS DE QUALIDADE SANITÁRIA
PALAVRAS-CHAVES: Cadeia avícola, instrução normativa, produtores rurais, manejo
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A avicultura é uma atividade muito dinâmica no cenário nacional. Com o intuito de aprimorar a qualidade da carne de frango para a população, estudos acerca do manejo ambiental e sanitário, desde a chegada do plantel até o abate, têm sido intensificados para a existência de um produto final de qualidade. Com a produção cada vez mais impulsionada pelo mercado, pela economia e pela sociedade, os produtores preocupam-se ainda mais com a implantação de granjas dentro dos padrões ambientais e sanitários. Estudos são realizados antes mesmo da inserção da granja, como por exemplo, o local de produção, artefatos que serão utilizados, lote com aptidão, e até mesmo o entorno da comunidade. Desse modo, são levados em conta para a cadeia avícola fatores relacionados ao bem-estar animal e à produção adequada da atividade.

Em Sergipe, a atividade avícola dissemina-se na maior parte das regiões, com um plantel expressivo quantitativamente, e com destaques para os municípios de Areia Branca, Itabaiana, Lagarto, Siriri, Japoatã, Laranjeiras, Aracaju, São Cristóvão e Itaporanga D’ajuda, levando em conta que a atividade se engaja com sistemas integrados, cooperados e independentes.

Ocorre que, no Estado, a avicultura de corte se fortaleceu por meio do sistema de integração. Os integradores (que são as grandes granjas) fornecem os pintos, ração e assistência técnica aos integrados e por sua vez os integrados oferecem a estrutura para criação dos animais e a mão-de-obra.

Nessa pesquisa, o objetivo principal será uma avaliação e comparação do processo de implementação da granja até o abate de acordo com as normas de qualidade sanitária, utilizando indicadores de sustentabilidade.

Os procedimentos metodológicos referentes a essa pesquisa englobam descrever o processo de criação de frango de corte em algumas granjas no Estado de Sergipe, desde a aquisição dos pintinhos até o abate; comparar o processo de criação de frango de corte nas granjas estudadas com as normas de qualidade sanitária, com visitas aos locais; analisar a percepção da comunidade do entorno da granja em relação aos impactos desta atividade, com a realização de entrevistas; selecionar indicadores de sustentabilidade, que seriam pressão/estado, impacto/efeito e resposta, para avaliar o processo de criação de frango de corte nas granjas estudadas, visando à melhoria no processo referente as instruções normativas para criação de frango de corte.

As ações referentes a esse estudo ocasionariam em mobilizar os produtores e a comunidade do entorno referentes ao cuidado com as normas sanitárias para a criação avícola de corte.

Espera-se, ao final da pesquisa, de que as avaliações realizadas nas granjas estejam todas de acordo com as instruções normativas e que a comunidade verifique se os impactos sofridos com a implantação da granja, prejudique ou não a convivência dela com os produtores.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2141161 - DANIELA PINHEIRO BITENCURTI RUIZ ESPARZA
Interno - 006.019.365-40 - IVANA SILVA SOBRAL
Externo ao Programa - 850.467.875-04 - JUAN MANUEL RUIZ ESPARZA AGUILAR
Notícia cadastrada em: 15/12/2015 13:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bigua2.bigua2 v3.5.16 -r10840-e5b57c044