Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANDRÉA CRISTINA SANTANA DE ARAÚJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDRÉA CRISTINA SANTANA DE ARAÚJO
DATA: 29/01/2015
HORA: 11:00
LOCAL: PRODEMA
TÍTULO: O saber ambiental na escola: interconexões e proposições
PALAVRAS-CHAVES: educação; saber ambiental; atores da escola.
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

As temáticas ambientais vêm se destacando nas discussões da atualidade e têm importância por fazer surgir no íntimo do ser humano um saber ambiental capaz de ressignificá-lo diante da necessidade da sustentabilidade. Mudanças no modo de agir das pessoas são necessárias para se atingir os objetivos do desenvolvimento sustentável e uma das formas de trazer a lume o saber ambiental à comunidade é por meio da instituição escolar. Neste sentido, este estudo objetiva analisar o saber ambiental na escola. Para alcançá-lo, os objetivos específicos são: avaliar a construção do saber ambiental com base na identificação de ações e práticas individuais e coletivas dos atores da escola; identificar elementos indicadores de aprendizagem significativa sobre o saber ambiental a partir das ações e práticas encontradas; e, analisar as contribuições dos elementos categorizados sobre o saber ambiental para a formação integral dos atores da escola. O presente estudo é relevante por buscar em todos os atores da escola elementos que possam configurar o saber ambiental neste espaço. A escola é um dos campos da sociedade onde o saber ambiental se consolida. A investigação se pautará em metodologia voltada para a pesquisa em educação e seguirá uma abordagem qualitativa. O estudo será desenvolvido nas etapas: delimitação do campo de estudo; coleta de dados e análise dos resultados. O universo da pesquisa abrangerá os atores da escola da rede Municipal de Ensino de Aracaju – SE. A amostra envolve os atores da escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Laonte Gama da Silva. A pesquisa feita durante a coleta de dados envolverá as fases de pesquisa documental e de pesquisa de campo. As técnicas de pesquisa escolhidas para análise dos dados se classificam em Associação Livre e estruturação por Representações Sociais de acordo com Raitz, Ferreira e Guerra (2006) e em categorização, de acordo com Minayo (1999). Espera-se como resultado a identificação das interconexões sobre o saber ambiental na escola e a categorização sobre este saber. Com isto, espera-se contribuir para a formação integral dos atores da escola, servindo de subsídios para posteriores pesquisas em outras estruturas do campo social, em outras escalas de análise.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3185055 - GICÉLIA MENDES DA SILVA
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Externo ao Programa - 1698052 - MARIZETE LUCINI
Notícia cadastrada em: 14/01/2015 09:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - fragata2.fragata2 v3.5.16 -r12712-85cc87cea5