Notícias

Banca de DEFESA: PHELLIPE CUNHA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PHELLIPE CUNHA DA SILVA
DATA: 19/12/2014
HORA: 18:00
LOCAL: Prodema
TÍTULO: Territórios da Educação Ambiental em Municípios Petrolíferos de Sergipe
PALAVRAS-CHAVES: Educação ambiental. Relações de poder. Municípios petrolíferos.
PÁGINAS: 130
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

O presente trabalho de dissertação foi elaborado a partir da inquietação acerca da relação existente em dois municípios petrolíferos de Sergipe e a educação ambiental. Para fazermos esta análise, nos preocupamos em discutir qual ou quais relações de poder existentes nos municípios de Carmópolis e Pirambu interferem para a efetivação da educação ambiental em ambos os municípios. Carmópolis é um município onde a exploração de petróleo ocorre na modalidade onshore e no município de Pirambu, essa exploração petrolífera ocorre predominantemente offshore. Visto que os municípios apresentam diferenças na interação com a atividade petrolífera, inclusive por conta de suas localizações geográficas, escolhemo-las para verificar as diferentes formas de territorialização da educação ambiental nos respectivos municípios. A presente dissertação teve como objetivo geral analisar como as relações de poder interferem na efetivação da educação ambiental nos municípios escolhidos e a relação desta com as atividades petrplíferas. Como objetivos específicos: caracterizar as nuance da educação ambiental nos municípios de Carmópolis e Pirambu; analisar as propostas de educação ambiental advindas da educação formal; analisar as propostas de educação ambiental oriundas da empresa exploradora Petrobras; e discutir os poderes que agem sobre a efetivação da educação ambiental nos municípios de Carmópolis e Pirambu. Para isso, foi-se necessário fazer revisões bibliográficas, pesquisa documental em órgãos ou empresas responsáveis pelo uso ou fiscalização das atividades desenvolvidas na área de estudo, pesquisas de campo, realização de entrevistas abertas, bem como análise e sistematização de dados. Como resultados, percebeu-se que as ações vinculadas à educação ambiental nos municípios envolvidos na pesquisa são muito pontuais, não havendo um planejamento e interação entre os órgãos públicos com vistas a proporcionar ações ligadas as questões ambientais. Além disso, conforme relatado nas entrevistas, não há muitas parcerias entre a empresa exploradora de petróleo e os gestores municipais com a finalidade de promover ações de educação ambiental, fato que interfere significativamente na efetivação da educação ambiental nos municípios de Carmópolis e Pirambu.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3185055 - GICÉLIA MENDES DA SILVA
Interno - 2222763 - MARIA JOSE NASCIMENTO SOARES
Externo ao Programa - 3299294 - JOSEFA DE LISBOA SANTOS
Externo ao Programa - 1362555 - MARIA DO SOCORRO FERREIRA DA SILVA
Notícia cadastrada em: 04/12/2014 16:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação/UFS - - | Copyright © 2009-2020 - UFRN - bemtevi1.bemtevi1 v3.5.16 -r10803-399c5c35c